January 11, 2009

notas musicais avulsas #16

Dai graças pelo início do ano!
Após o habitual marasmo vivido pela indústria musical por alturas do Natal e fim-de-ano, eis que, com o advento de um novo ano - qual fénix renascida das cinzas! - esta volta a dar sinais de vitalidade, regressando, gradualmente, à boa forma que lhe conhecíamos.
Num dos meus habituais passeios por alguns dos mais respeitáveis (uns mais que outros) sites e blogues de música internacionais, deparei-me com diversas novidades bem suculentas. Eis as minhas descobertas...



A Team Love (TL), editora fundada por Conor Oberst e Nate Krenkel, está a dar música ao povo. Com efeito, foi criado um arquivo virtual contendo álbuns integrais editados pela TL, bem como remisturas, faixas inéditas, entre outros, que poderão ser descarregados e partilhados livre e gratuitamente (sim, leram bem!) por quem assim o desejar. Para isso, terão apenas que se registar aqui por forma a poderem usufruir deste belíssimo acto de generosidade. Refira-se ainda que os conteúdos do arquivo serão renovados mensalmente.
É caso para dizer: Team Love é amor!



Quem também nos traz novidades neste novo ano são os Fucked Up, que acabam de lançar o primeiro videoclipe oficial da sua carreira. O tema escolhido foi "Crooked Heart" e o resultado pode ser visto já de seguida...





Falando de discos, Natasha Khan (aka Bat for Lashes) prepara-se para lançar o sucessor de "Fur & Gold" a 6 de Abril, via Astralwerks. O álbum terá o título de "Two Suns" e contará com a participação de Scott Walker, dos Yeasayer e, curiosamente, da própria Natasha Khan.
Passo a explicar: a pequena tem um alter-ego, que dá pelo nome de Pearl, e que, segundo Natasha, irá travar um duelo com ela própria (ela contra ela, portanto) em "Two Suns". Confusos? Não fiquem... Já se sabe como é este pessoal frito da cabeça, temos que dar um desconto. Fiquem antes com a listinha de faixas e com a esperança que este "Two Suns" seja, pelo menos, tão bom como o seu antecessor (aí sim, todas as excentridades serão perdoadas):

1. "Glass"
2. "Sleep Alone"
3. "Moon and Moon"
4. "Daniel"
5. "Peace of Mind"
6. "Siren Song"
7. "Pearl's Dream"
8. "Good Love"
9. "Two Planets"
10. "Traveling Woman"
11. "The Big Sleep"




Também os The Thermals terão um disco novo em Abril. Mais precisamente, no dia 7 desse mês. Chama-se "Now We Can See" e terá o selo da nova casa-mãe da banda, a Kill Rock Stars.
Fiquem com os detalhes:

1. "When I Died"
2. "We Were Sick"
3. "I Let It Go"
4. "Now We Can See"
5. "At the Bottom of the Sea"
6. "When We Were Alive"
7. "I Called Out Your Name"
8. "When I Was Afraid"
9. "Liquid In, Liquid Out"
10. "How We Fade"
11. "You Dissolve"




Este ainda não tem data de lançamento definida, mas a Neurot Recordings confirmou recentemente que Scott Kelly e Steve Von Till já se encontram a trabalhar em novo material dos Neurosis. Será que teremos mais novidades ainda em 2009?
Seja como for, novas dos Neurosis são sempre motivo de celebração.



Por falar em Neurosis, não sei se estarão recordados dos Shrinebuilder, aquele tal supergrupo que fez salivar todo e qualquer metalhead digno desse nome, mas que nunca se percebeu muito bem se algum dia chegaria a acontecer? Pois bem, parece que aconteceu mesmo! Kelly, Wino, Al Cisneros e Dale Crover estiveram e estarão durante todo o fim-de-semana em estúdio a preparar o álbum de estreia da banda, que deverá ver a luz do dia ainda este ano.
Podem ler o report desta sessão de gravação no blogue de Kelly.



Termino com uma notícia que só interessará a quem estiver pelos States, e quebrará o coração dos restantes.
No final de Fevereiro, a Scion, uma marca de automóveis norte-america, irá promover um festival de rock (dizem eles, porque, se bem me lembro, a isto costumava chamar-se metal) na cidade de Atlanta, com um cartaz verdadeiramente invejável. Oram vejam: Mastodon, Neurosis, High on Fire, Boris, 1349, Cryptopsy, Torche, Nachtmystium, Wolves in the Throne Room, Baroness, Harvey Milk, Kylesa, Zoroaster, Withered, Krallice, Toxic Holocaust, Skeletonwitch, Rwake, A Storm of Light, Warbringer, Salome, Suidakra, Tyr, Alestorm, entre outros.
Nada de novo até aqui, já que é certo e sabido que, coisas destas, há aos pontapés nos Estados Unidos. A inovação verdadeiramente dolorosa é que tudo isto, todo este evento com este cartaz estupidamente grandioso, é de entrada livre... Ai! A dor...
Mais informações aqui.