November 29, 2007

haja alguém que me acuda neste momento de grande necessidade!

Ao que parece, o meu velhinho gira-discos não bomba assim tão bem como eu pensava. Isto porque, mesmo após meticulosa (qual meticulosa?! Microscópica mesmo!) limpeza dos vinilos, aquilo é só saltos e solavancos nas músicas. O problema talvez esteja na agulha (ou talvez não), mas agora onde é que eu vou encontrar uma agulha para um gira-discos com 35 anos?!
E é perante este estado de coisas que aqui a Ms. Oaktree se resolve pôr à cata de um novo giradiscos, deparando-se com esta pequena maravilha da tecnologia, que não só tem uma ligação USB, que permite converter as músicas para um formato digital, como é portátil, a pilhas, e possui uma coluna embutida, para um funcionamento totalmente autónomo.
O único problema é que este pequeno docinho funciona com corrente eléctrica americana. Não basta apenas um adaptador para a ficha, porque, disse-me o especialista cá de casa, a frequência da corrente alterna americana é diferente da nossa. Tudo bem que também posso optar pelas pilhas (6 pilhas D, para ser exacta), mas sempre era menos um rombo no orçamento ter que andar a sustentar o papa-pilhas que este bichinho deve ser.
Portanto, se andar por aí algum geek das electrónicas, agradecia que me informasse como é que eu posso ligar um aparelho eléctrico americano à corrente portuguesa? Há alguma espécie de conversor ou transformador de corrente que eu possa comprar numa loja da especialidade?
Desde já manifesto a minha eterna gratidão a quem me saiba esclarecer.