no ninho dos açores

30 melhores... discos de 2011

Sem delongas, aqui estão eles...


30. A Storm of Light - "As the Valley of Death Becomes Us, Our Silver Memories Fade" (Profound Lore)
29. Boris - "Heavy Rocks" (Sargent House)
28. Altar of Plagues - "Mammal" (Candlelight/Profound Lore)
27. Arbouretum - "The Gathering" (Thrill Jockey)
26. Tombs - "Path of Totality" (Relapse)
25. Red Fang - "Murder the Mountains" (Relapse)
24. White Hills - "H-p1" (Thrill Jockey)
23. Alexander Tucker - "Dorwytch" (Thrill Jockey)
22. Krallice - "Diotima" (Profound Lore)
21. Grails - "Deep Politics" (Temporary Residence Ltd.)

20. Ash Borer - "Ash Borer" (Pesanta Urfolk/Psychic Violence)
19. Mamiffer - "Mare Decendrii" (Conspiracy/SIGE)
18. RABBITS - "Lower Forms" (Relapse)
17. earth - "Angels of Darkness, Demons of Light I" (Southern Lord)
16. Bruce Lamont - "Feral Songs for the Epic Decline" (At a Loss)
15. Liturgy - "Aesthethica" (Thrill Jockey)
14. Black Cobra - "Invernal" (Southern Lord)
13. KEN mode - "Venerable" (Profound Lore)
12. Hella - "Tripper" (Sargent House)
11. Parts & Labor - "Constant Future" (Jagjaguwar)

10. Helms Alee - "Weatherhead" (Hydra Head)
9. Bloodiest - "Descent" (Relapse)
8. Yob - "Atma" (Profound Lore)
7. USX - "The Valley Path" (Neurot)
6. Wolves in the Throne Room - "Celestial Lineage" (Southern Lord)
5. Barn Owl - "Lost in the Glare" (Thrill Jockey)
4. Master Musicians of Bukkake - "Totem Three" (Important)
3. Dark Castle - "Surrender to All Life Beyond Form" (Profound Lore)
2. Cave In - "White Silence" (Hydra Head)

1. Young Widows - "In and Out of Youth and Lightness" (Temporary Residence Ltd.)

este homem é um senhor!


E não é só por ser/ter sido o cabecilha dos Shellac, Big Black e Rapeman que Steve Albini é um senhor, mas também - e de forma igualmente importante - porque podemos responsabilizá-lo pela produção (ou engenheiranço, segundo o próprio) de alguns dos marcos mais substantivos da música dita independente.
Em período de ressaca pós-year-end lists, as boas gentes do Stereogum lembraram-se, em jeito de homenagem, de compilar um tope dos 20 melhores álbuns que contaram com o toque de Midas do guru-Albini.
Não sendo uma listagem exaustiva, concordo em absoluto com a selecção (mas não necessariamente com a seriação). Confiram no link acima.

notas musicais avulsas #25


Quem é que quer ser mecenas desse grande senhor que dá pelo nome de Dylan Carlson? A quem pôs o dedo no ar, é favor ler com atenção as linhas que se seguem.
O Sr. Earth (que, não esquecendo, estão prestes a dar à luz a sequela de "Angels of Darkness, Demons of Light I") prepara-se para a sua primeira incursão por trilhos solitários (salvo seja), que pretende-se que se venha a materializar numa edição em formato multimédia. Mas, para o efeito, irá precisar da ajuda de todos aqueles que tiverem uns trocos para dispensar.
Carlson expôs o seu projecto ao Kickstarter (para quem não conhece, um site dedicado à, chamemos-lhe assim, promoção da filantropia) que, por sua vez, convida todos os interessados, curiosos e tipos que caíram ali de pára-quedas a financiar esta nova aventura do músico. Dependendo da quantia oferecida, os beneméritos terão direito a uma série de benesses muito especiais.
A única contrapartida é que se nos próximos 17 dias não forem atingidos os $30.000 orçados, todo o projecto fica em águas de bacalhau.
Do que é que estão à espera para inscreverem, literalmente, o vosso nome nos anais da história dylancarlsoniana? Saibam tudo aqui.



A Thrill Jockey não só é a nova/velha casa para muito boa gente, como insiste em contrariar as previsões mais negras de certos profetas da desgraça, que clamam a morte da indústria musical independente, continuando, teimosa e alegremente, a somar aniversários. Este ano comemoram-se as suas 20 Primaveras.
Como número redondo requer celebração com pompa e circunstância, o selo norte-americano prepara, para 2012, uma série de reedições de alguns dos clássicos que constam do seu catálogo, bem como uma mão cheia de estreias deveras promissoras.
No âmbito das reedições, temos nomes como Tortoise, Trans Am, White Hills, The Fiery Furnaces, Califone, The Sea and Cake, entre outros. Já no campo das estreias, falamos (pasmem-se com os parênteses) de Mike Scheidt (dos Yob), Man Forever (projecto a solo de John Colpitts, aka o Kid Millions dos Oneida), Jon Porras (dos Barn Owl), Golden Void (com Isaiah Mitchell, dos Earthless), Plankton Wad (projecto a solo de Dewey Mahood, dos Eternal Tapestry) e kandodo (mais um projecto a solo, desta feita do guitarrista dos The Heads, Simon Price).
Rejubilai, pois, e celebrai!



Enquanto uns continuam alegremente a somar aniversários, outros há que, infelizmente, fazem o proverbial baixar de braços. E o caso da mítica Lookout!, que há dias anunciou que iria cessar, em definitivo, toda e qualquer actividade. Em boa verdade, desde 2006 que a editora tinha deixado de fazer lançamentos. Contudo, continuava a fazer a manutenção do seu antigo catálogo. Agora nem isso.
Há quem culpe as fracas vendas de discos. Há quem fale em má gestão. Há ainda quem sugira uma mistura de ambas. Mexericos à parte, poderão ler a declaração oficial aqui.



Como estas Notas costumavam fechar com um videoclipe, aqui vai mais um para os novos reis do corta & cola, os Lilacs & Champagne (via Anthem):

olh'ó videoclipe f'esquinho! #17


Grande Tim Biskup! Grandes mastodontes!


Grandes Pontiak!

homens que matam homens que matam cabras só com o olhar

Mastodon + Red Fang @ Coliseu dos Recreios (22.01.2012)

Red Fang

"Humans Remain Human Remains"

Mastodon

"Megalodon"
"Blasteroid"
"Circle of Cysquatch" + "Aqua Dementia"
"Where Strides the Behemoth"

liberdade, igualdade e fraternidade entre os homens

Male Bonding @ MusicBox (21.01.2012)


"All Things This Way"
"What's That Scene"
"Can't Dream"

hoje há...

30 melhores... concertos de 2011

Foi um ano recheado de momentos especiais, já se sabe que o difícil é escolher.
Haveria muitos outros, mas estes foram, sem sombra de dúvida, aqueles que mais mexeram com o meu sistema nervoso, central e periférico. Ordenados, como é hábito, por ordem crescente de preferência.

(foto de Sergio Albert Avilés, gentilmente roubada à Staf Magazine)

30. Battles + Suuns @ Casa da Música, Porto, 03.12
29. Pink Mountaintops + Asimov @ ZdB, Lisboa, 12.11
28. Ulver @ MusicBox, Lisboa, 19.11
27. Godflesh @ Amplifest, Porto, 30.10
26. Fleet Foxes @ Optimus Alive, Algés, 08.07
25. envy @ Supersonic, Birmingham, 23.10
24. Joanna Newsom + Alasdair Roberts @ CCB, Lisboa, 26.01
23. Grinderman @ Optimus Alive, Algés, 08.07
22. Dirge @ Amplifest, Porto, 30.10
21. Boris + Russian Circles + Saade @ MusicBox, Lisboa, 26.06

20. Enablers @ Amplifest, Porto, 30.10
19. Alan Bishop & Richard Bishop @ ESBAL, Lisboa, 07.05
18. White Hills @ Supersonic, Birmingham, 23.10
17. Stephen O'Malley @ OUT.FEST, Barreiro, 08.10
16. Fire! with Oren Ambarchi @ Supersonic, Birmingham, 23.10
15. NoMeansNo @ ZdB, Lisboa, 13.04
14. Alexander Tucker @ Supersonic, Birmingham, 22.10
13. Scott Kelly + Orthodox @ Santiago Alquimista, Lisboa, 07.03
12. Barn Owl @ Supersonic/Amplifest, Birmingham/Lisboa, 23.10/30.10
11. Ben Frost @ Teatro Maria Matos, Lisboa, 25.04

10. Part Chimp @ Supersonic, Birmingham, 21.10
9. Rorcal & Solar Flare @ Amplifest, Porto, 29.10
8. Oneida @ OUT.FEST, Barreiro, 08.10
7. Acid Mothers Temple @ Amplifest, Porto, 30.10
6. Zombi @ Supersonic, Birmingham, 22.10
5. Yob + Dark Castle + Kongh @ Hard Club, Porto, 06.10
4. OM + Gabriel Ferrandini @ ZdB, Lisboa, 30.01
3. Secret Chiefs 3 + FAT32 @ ZdB, Lisboa, 27.06
2. Wolves in the Throne Room @ Supersonic, Birmingham, 22.10

1. Neurosis + Karma to Burn @ Rockitchen, Madrid, 22.07


Discos nos próximos dias. Este ano não haverá tope de canções para ninguém.

hoje há...

para mais tarde recordar: o registo destes vídeos só foi possível graças à tecnologia kodak. a kodak morreu! viva a kodak!

Kylesa + Circle Takes the Square + KEN mode @ Santiago Alquimista (19.02.2012)

KEN mode

(2)

Circle Takes the Square


Kylesa

"To Forget"
"Forsaken"
"Hollow Severer"

hoje há...


Abriu a caça ao pato. Que é como quem diz, abriu a caça aos grandes concertos de 2012.
Os próximos dias serão férteis nisso mesmo: grandes concertos. Dois deles têm mesmo entrada directa garantida no grupo restrito dos "melhores do ano". Um é este.
Ontem foi o Porto. Hoje será a vez de Lisboa.

tenho esperança...


... Que, se ficar online mais uns 5, 7 minutos, vou assistir ao vivo e em directo (passe a redundância), via facetwittumblblogspacecamptube.com, ao anúncio que os Fugazi vão voltar ao activo.

agora sim: histeria!! (o contra-ataque!!)


Deve andar por aí um surto de SBA (Síndroma do Bolso-Arejado, ainda há pouco foi publicado um paper no The Lancet Infectious Diseases sobre o assunto). Caso contrário, de que outra forma se explicaria que, depois da notícia anterior, também os Refused tenham acabado de anunciar a sua reunião?
Posto isto, apraz-me apenas dizer: foda-se, que puta de ano este 2012 está a ser! E ainda mal começou...
Agora é favor levar esta canalhada toda ao San Miguel Primavera Sound. Grata.

something to write home about #38


Sludge/doom javardola, com uma pitadinha de psicodélia? Contem comigo!
Estes Tree of Sores são um trio oriundo de Leeds, no Reino Unido, constituído por Matt Faragher (guitarra e voz), Joe Hall (baixo) e Ben Hague (bateria).
O EP homónimo de estreia - um CD-R da Witch Hunter, numa edição que não envergonha ninguém - é negro, denso e perturbador, e a dualidade das vozes macho/fêmea (na altura ainda tinham a Talia Minger como baixista e vocalista) é das mais impressionantes que já ouvi. Prometeram o mundo, vamos ver agora que tal se safam em LP. E sem fêmea.

MySpace
Bandcamp
Facebook
Entrevista ao crustcake

eles vivem! (mais ou menos)


Não, caros amigos, escusam de entrar em histeria, que os ISIS não se vão reunir (pelo menos para já), muito menos lançar um novo disco. Ou melhor, um disco com material novo.
Aaron Harris comunicou às hostes, via Twitter (via Metal Injection para mim, que acho o Twitter uma aberração), que a banda está a trabalhar no lançamento de uma espécie de compliação de material antigo inédito. Há que fazer render o peixe, porque a vida está difícil! Principalmente, quando o peixe é bom e está para ali a estragar-se...

olh'ó videoclipe f'esquinho! #16

Emil Amos e Alex Hall dos Grails fritaram um bocadinho mais do que o habitual e o resultado é este: Lilacs & Champagne, que se preparam para a estreia homónima, já no final deste mês, pela mão da Mexican Summer.
"Everywhere, Everyone" já andava por aí em streaming. Agora há também um vídeo a servir de acompanhamento. Frito, obviamente.

com os cumprimentos dos across tundras


Enquanto alguns continuam a pregar aos sete ventos que o download ilegal é o diabo que está a matar a indústria musical, muitos outros há que sempre souberam que a música, antes de um bem de consumo, é sobretudo uma forma de arte e, como tal, existe para ser partilhada e apreciada. E que essa mesma partilha, contrariando a crença bacoca dos fundamentalistas anti-download, pode mesmo fomentar outras fontes de rendimento, para além da óbvia aquisição do formato físico.
É o caso dos grandes Across Tundras, que se têm dedicado a partilhar gratuitamente boa parte da sua obra discográfica, através do Bandcamp. Mas não satisfeitos com isso, os Across Tundras associaram também a sua Amplified Din Sound ao Bandcamp, por forma a levarem às massas o fruto do trabalho dos seus projectos paralelos, bem como o dos projectos de amigos e correligionários.
Há por aqui muita coisa boa. Seja o próprio T.G. Olson, guitarrista e vocalista dos supracitados, com o seu projecto a solo, a dar largas à sua faceta mais country/folky; sejam os Brightstar, dignos representantes da melhor tradição do rock sulista, também com Olson, agora a ser comandado pela voz inebriante de Shannon Murphy; sejam os quase-míticos Exam (ou Examination of the..., para os preciosistas), que, para não destoar, contavam com Olson nas suas fileiras, numa encarnação anterior aos Across Tundras; seja Funeral Electrical, projecto drone do norueguês Inget Namn (o norueguês sem nome, portanto). Façam favor de conferir aqui.

primeira grande música de 2012, segundo ms. oaktree


Depois da febre dos melhores do ano, eis que chega a febre dos primeiros do (novo) ano.
Esta é não só a primeira grande canção de 2012, como serve também de primeiro avanço a "Bless Them That Curse You", o registo da mui promissora colaboração entre Locrian e Mamiffer, que verá a luz do dia por daqui a mês e meio, mais coisa menos coisa.
O tema intitula-se "In Fulminic Blaze", e poderá ser checado aqui. (Obrigada, Pitchfork. Quando queres, até és fofinha.)

... e janeiro, na zdb, vai ser assim...


A agenda ali do lado direito já está actualizada, mas não podia deixar de o destacar aqui. A ZdB anunciou há dias a sua programação para o primeiro mês de 2012, e a coisa está com o seguinte aspecto:

07.01 - Silence is a Boy, 23h, 6€ (entrada livre para sócios)
13.01 - Aquaparque + Holy Strays + Cankun, 23h, 6€ (entrada livre para sócios)
19.01 - Phill Niblock com David Maranha, Manuel Mota e André Gonçalves + Yvan Etienne @ Igreja de St. George (Rua de S. Jorge, 6 - Estrela), 21h, 6€
26.01 - Rec Brutus + Pão com Hernâni Faustino e Filipe Felizardo, 22h, 6€ (entrada livre para sócios)
27.01 - Gary Lucas + Luís Lopes, 23h, 15€

E para todos os seus clientes habituais, ou para aqueles que pretendam vir a sê-lo, a ZdB abriu o ano com uma campanha de sócios muito especial. Mediante o pagamento de uma quota anual de 30€, o associado terá direito a uma porrada de borlas. A saber:

Entrada livre para TODAS as exposições
Entrada livre para TODAS as sessões de cinema*
Entrada livre para DEZ CONCERTOS a designar pela ZDB*
Entrada livre para TRÊS CONCERTOS a acontecer na ZDB, à escolha*
Entrada livre para DUAS sessões a acontecer no NEGÓCIO, à escolha*
Desconto de 30% em TODAS as sessões do NEGÓCIO
Acesso livre ao terraço ZDB e ao Bar nº 49 da ZDB

*Reservando com 48h de antecedência

Para os mais mercantilistas de entre vós, isto significa que se quiserem usufruir da borla em três concertos cujo bilhete, para cada um, custe 10€, o valor da quota fica saldado. Não têm nada a perder, portanto. Bem pelo contrário: ajudam-se a vocês próprios, ajudando a ZdB.
Do que é que estão à espera? Informem-se e associem-se aqui.

dia 22, no coliseu, vai ser assim...


Um mastodonte com uma presa vermelha... É Mastodon com Red Fang!! (Que engraçadinha, ó Oaktree. Vê lá se não te cai um dentinho.)
 

© nos Açores não há açores. | template Modern Clix criado por Rodrigo Galindez | adaptado para o blogger por Introblogger | modificado por ms. oaktree