February 25, 2010

selos e estampilhas fiscais #3


Encontra-se envolta em mistério: a informação na internet é inexistente, não se sabe quem a fundou, há quanto tempo existe, ou qual o seu leitmotiv. Nos discos não há logotipo nem qualquer tipo de preocupação com uma pretensa 'imagem corporativa', apenas a morada do website oficial, que, também ele bastante rudimentar e restringindo-se apenas ao essencial, não adianta muito mais informação. Ainda assim, a Holy Mountain consegue ser uma das editoras mais coerentes e interessantes dos dias de hoje.
Depreende-se, pelo seu catálogo, que a sua filosofia assente em resgatar sonoridades ao passado para as aplicar ao presente, gravitando essencialmente em torno das linhas condutoras do progressivo-psicadélico e do stoner, mas não se restringido a essas estéticas.
Desse mesmo catálogo fazem ou fizeram parte nomes tão interessantes e/ou respeitáveis como OM, Lichens, Lesbian, Wooden Shjips, Zodiacs, La Otracina, Mammatus, Six Organs of Admittance, entre tantos outros, que urge explorar a fundo.
Convido-vos a uma visita, aqui.

Já agora, se houver por aí alguém que saiba mais acerca da história por trás da Holy Mountain, ficaria eternamente grata pela partilha de conhecimento.