December 22, 2009

como eu gosto quando isto acontece!


Eis o que sucede quando os serviços aduaneiros se imbuem no espiríto natalício. É a generosidade e o amor ao próximo na sua forma mais pura! E digo-o sem ponta de malícia nem qualquer sarcasmo. Graças a estes Papais Noeis em potência, com os seus grandes corações e as suas mãos largas, poderei usufruir de um Natal pleno de felicidade e alegria agora que sei que, muito breve, terei em minha companhia uma tão desejada caixinha de madeira, daquelas que só existem 150 em todo o universo, contendo a segunda melhor coisa que se fez este ano em termos de registos fonográficos... E, claro, tudo isto sem pagar taxas de alfândega.
É por isso que eu digo: um grande, grande Natal para vós, meus queridos funcionários alfandegários, e que este 2010 seja o ano em que todos os vossos sonhos e ambições se concretizem! Tudo de bom e bem-hajam!