no ninho dos açores

primavídeos #32... e vamos embora!


Oneida - "The Adversary"

Primavídeos terminados (grandes Oneida!!), malinhas aviadas, nervoso miudinho de ocasião, plano de ataque traçado e está na hora do "adeus, até breve!".
Férias, aqui vamos nós! Primavera, aqui vamos nós! Voltaremos a 2 de Junho, com muitas novidades para contar, mas, com certeza, muito pouca vontade de regressar. Pelo menos, trataremos de aproveitar estes nove dias de Barcelona ao máximo, para que nada fique por fazer!

Até já!

bela pelagem

Handsome Furs ao vivo no MusicBox (22.05.2009):


"Legal Tender"


"I'm Confused"


"Handsome Furs Hate This City"

Mais aqui, aqui e aqui.

primavídeos #31


Marnie Stern - "Ruler"

primavídeos #30


Zu (feat. Okapi) vs. Dälek - "Spiritual Healing"

primavídeos #29


Lightning Bolt - "2 Morro Morro Land"

primavídeos #28


Dead Meadow - "What Needs Must Be"

e antes de continuarmos, um esclarecimento

Pergunta do estimado leitor: Isto é um blogue de vídeos?

Resposta da gerência do nAnha: É. Ou melhor, será. Pelo menos, até eu despachar a monografia (mais uma!) que tenho entre mãos. O que deverá acontecer nos próximos dois dias. Mas, enquanto isso, tomem lá mais um...


Suckers - "Easy Chairs"

primavídeos #27


Fucked Up - "Twice Born"

...Ou, como diriam os palermas da MTV, "Ef'd Up".

e agora, algo verdadeiramente espetacular!


Modest Mouse - "Satellite Skin"

primavídeos #26


Gang Gang Dance - "First Communion"

não sei se ria ou se chore

Faith No More @ Festival Sudoeste
08.08.2009

... O quê?!? No SW?!?
Sim, no SW...
Bah!!

primavídeos #25


Jay Reatard - "See/Saw"

primavídeos #24


Crystal Antlers - "Andrew"

primavídeos #23


Wooden Shjips - "Dance, California"

não souberam disto por mim...

(Com os cumprimentos do bolachas grátis.)

something to write home about #30

Duchess Says

A vida tem destas coisas curiosas. Há uns tempos atrás, folheava eu uma revista, quando me deparo com estes quatro moços (três moços e uma moça, para ser mais correcta) canadianos. "Hmm, parece-me interessante", pensei, "vamos lá averiguar". E pensei muito bem, pois foi mais uma daquelas agradáveis supresas, que só eu consigo proporcionar a mim mesma.
Mas falava eu nas coisas curiosas que a vida tem... Ora, aquando da análise cuidada do PDF com os horários para o Primavera Sound, qual não é o meu espanto (agradável, novamente) ao verificar que os Duchess Says estão escalados para actuar na festa de encerramento do festival. Maravilha!
Falando agora um pouco da música que a duquesa toca. Imaginem uma tosta mista. Só que, em vez do queijo, temos os Yeah Yeah Yeahs quando se encontravam em plena forma, e, em vez do fiambre, os These Are Powers. Com um pouco de Ponytail a fazer as vezes da manteiga (ora aqui está uma alegoria de que ainda nenhum crítico musical se tinha lembrado). Terão assim uma ideia aproximada do esquizóide da coisa.
O ano passado perdi Port O'Brien, porque só os vim a conhecer posteriormente. Este ano não cometerei a mesma falha, pelo menos, no que aos Duchess Says diz respeito.
Dia 31 de Maio, às 23h30 na Sala Apolo. Lá estaremos!

MySpace
Site oficial

primavídeos #22


Sonic Youth - "Bull in the Heather"

notas musicais avulsas #21


Se há uma banda que me faça titilar de contentamento, essa será com certeza Modest Mouse (entre outras, claro está). Ora poderão então imaginar o meu júbilo, há minutos atrás, ao descobrir que a banda tem um tema novo, "Satellite Skin" de sua graça, em escuta no seu MySpace.
Mas há mais. Ao que parece, este tema (bem como o lado B que o acompanha na edição limitada em vinil, "Guilty Cocker Spaniels") irá ser incluído em "No One's First And You're Next", o novo EP da banda, que tem edição prevista para Agosto deste ano. Até lá serão ainda lançados três outros singles, perfazendo o total das oito faixas do EP (tracklist aqui).
E como se isto não fosse suficiente, anuncia-se também para breve um vídeo para este "Satellite Skin", com o cunho de Kevin Willis, colaborador habitual dos Tool nesta andanças.
Poderão, entretanto, fazer já a pré-encomenda do vinil laranja limitado a 4000 cópias numeradas individualmente aqui.



Agora uma coisinha amorosa para as crianças lá em casa - ou, tão simplesmente, para a criança que há em vós. O "The Indie Rock Coloring Book", da autoria de Andy J. Miller, que, para além de ser divertido e educativo, promove também uma consciência social: agora os kids dos indie kids vão poder colorir e jogar com alguns dos all-time favorites dos papás babados (The Shins, Devendra Banhart, Rilo Kiley, The National, Bon Iver, Broken Social Scene, entre outros), e ainda contribuir para diversas instituições de caridade e apoio social, uma vez que todos os lucros provenientes da venda deste livro revertem a favor de ONGs escolhidas pelas bandas que figuram nas suas páginas.
Sejam generosos e pré-encomendem aqui.



Para terminar, mais uns quantos f'esquitos...


Pink Mountaintops - "While We Were Dreaming"


Ponytail - "Celebrate the Body Electric (It Came from an Angel)"

E algo muito giro para o "Dark Bubbles" dos Black Moth Super Rainbow aqui.

primavídeos #21


My Bloody Valentine - "You Made Me Realise"

novos, fresquinhos e baratos: ...pero que los hay, los hay!

Magik Markers - "Balf Quarry" (2009, Drag City)
Atlas Sound - "Let the Blind Lead Those Who Can See But Cannot Feel" (2008, 4AD)
Ratatat - "LP 3" (2008, XL)


E depois do retiro espiritual, de colhidos os despojos e limpadas as feridas, é chegada a altura de partir para outras paragens, quiçá mais verdejantes. Com efeito, já tratei de renovar o stock musical que irá ditar os trilhos percorridos nessa nova jornada.
São estas três rodelinhas, todas mais ou menos fresquinhas, todas a preços simpáticos (a primeira foi 13,95€ na Flur e, as outras duas, 10€ cada na Louie Louie). Tudo tão agradável, que só me resta esperar que a viagem seja, também ela, assaz prazenteira.

primavídeos #20


Vivian Girls - "Moped Girls"

e depois do retiro, o veredicto final

Isis - "Wavering Radiant" (2009, Conspiracy)

Temos pena. A sério que temos. As nossas expectativas eram muito altas, depositámos todas as nossas esperanças neste disco. Quase que, por ele, púnhamos as mãos no fogo, mesmo sem o conhecermos. Roçava a fé cega. Mesmo após o cepticismo da primeira audição, ainda fizemos um esforço sobrehumano para o venerar.
E agora, 429 audições depois, saem-se-nos com isto. Uma valsa lenta e penosa de temas que se sucedem, sem que nenhum nos prenda a audição ou nos cative. Não há aqui nada que sobressaia, nenhuma faixa memorável. Apenas uma sequência indistinta, em que o anterior é dolorosamente idêntico ao seguinte, sem chama nem rasgo (talvez os três últimos temas escapem, mas, ainda assim, é pouco). Um anti-clímax, em que a explosão iminente acaba por esmorecer, e o máximo que conseguímos é um calorzinho. Pelo menos, assim soa aos nossos ouvidos. Não retemos nada. E os 'momentos Tool' também não ajudam em absolutamente nada, muito pelo contrário.

Não se pode dizer que não seja um disco coeso, porque o é, e muito. Tão coeso que se torna estanque e anóxico, o que acaba por ser mais uma falha. Para os padrões de uma qualquer bandinha wannabe, seria um grande disco. Mas para os padrões dos Isis, não passa da mediania. E mediania aqui é estagnar, e estagnar é, criativamente falando, morrer.
Talvez a fórmula post-metal se esteja a esgotar, como tem vindo a acontecer com quase todas as coisas post- após alguns anos de sobreexploração/sobreexposição (e agora o que é que nós vamos ouvir?!), mas só isso não explica uma coisa tão morna.

A verdade é que os Isis são muito bons, seja como colectivo, seja como entidades criativas individuais. Eles sabem que são muito bons, nós sabemos que eles são muito bons e, no entanto... Portanto, o veredicto final será: temos pena, mas não nos puxa. Pode ser que da próxima seja melhor. Se a houver.

the sopranos mind their business

E esta, hem?!... Não é que John Ventimiglia, actor que dava corpo à personagem Artie Bucco nos dearly departed "The Sopranos", foi recentemente vislumbrado a assisitir a um concerto dos Big Business em Nova Iorque?
Das duas uma, ou o Mr. Ventimiglia é um indivíduo de extremo bom gosto, ou - e uma vez que é bem conhecida a forte propensão para a vida de alguns dos actores deste seriado imitar a arte - foi ao engano, pensando que ali se passaria um qualquer big business obscuro-mafioso. (Mehhh... Piadinha muito fraquinha, Ms. Oaktree...)

Por falar em Big Business: "Mind the Drift", o novo portento discográfico da banda sai amanhã para as lojas, mas já anda a rodar há uns dias aqui.

primavídeos #19


Deerhunter - "Microcastle"

primavídeos #18


Yo La Tengo - "Sugarcube"

something to write home about #29

Mt. St. Helens Vietnam Band

Parece que serão a nova next big thing. Pelo menos, até a Spin - esse grande bastião do jornalismo musical! (leia-se ironicamente) - já lhes dedicou uma página inteira na secção das bandas emergentes.
Eu cá, que sou como o outro senhor que precisava de ver para crer, confesso que o quinteto de Seattle me convenceu.
Indie sem ser excessivamente afectado, pop sem ser excessivamente xaroposa, rock sem ser excessivamente FM, tecnicista sem ser excessivamente matemático, vocais com sensibilidade sem serem excessivamente lamechas. Uma mescla onde todos os componentes se encontram nas proporções ideais, portanto. E com a gracinha adicional de terem um grande pequeno baterista, com os seus singelos 14 aninhos.
Deixem-se vocês também convencer...



MySpace
Download "Dull Reason"

que maravilha!

Não é uma novidade, muito menos será o picture disc um dos meus formatos preferidos (acabo por achá-los, na sua maioria, demasiadamente 'folclóricos'). Mas, desta vez, rendi-me à edição cuidada e às belíssimas ilustrações de Elizabeth Huey e Matt Moroz. Para além de que estamos em presença do meu disco de 2008 e, como tal, mais que merecedor da dupla CD e vinil.
Satisfaçam vocês também o vosso desejo de requinte aqui.

primavídeos #17


Aphex Twin - "Come to Daddy"

6 palavras e 6 vídeos para 3 concertos

Grey Daturas @ ZdB (02.05.2009): atmosferas, planante, monolítico, vazio, cativante, simpatia.




Mais aqui e aqui.


Black Dice @ Museu do Chiado (03.05.2009): ruído, distorção, electrizante, esquizóide, eclético, surdez.




Mais aqui, aqui e aqui.


Minsk + Bruce Lamont @ Transmission (04.05.2009): grandioso, crescendo, tribal, ritualista, hipnótico, brutal.




Mais aqui, aqui, aqui e aqui.

primavídeos #16 (agora de volta à realidade...)

Toca a dar uso ao marcador fluorescente, que os horários já estão disponíveis!
(Sim, diz que o cartaz já está fechado, e não há Isis, nem Grails, nem Fever Ray para ninguém...)


Shellac - "Steady As She Goes"

e o vício continua IV

Fever Ray @ Primavera Sound '09

Era tão bom, não era?... Eu, pelo menos, gostava muito.

pack do negrume II - o regresso da besta

A besta está de volta. Ou melhor, nem nunca chegou a partir, uma vez que a Korsakoff teve o bom senso de não lhe querer pegar pelos cornos e enfrentá-la cara-a-cara.
Para aqueles que não estão a par, ou já não se recordam do 'filme', queiram ter a bondade de ver (ou rever) a 'prequela' aqui.

Bom, a verdade é que a besta continua a ocupar espaço precioso na estante dos CDs e eu continuo inquieta para me ver livre dela... Mas a besta não dorme, meus amigos. Não senhores! E neste ínterim, a besta cresceu, expandiu-se e avolumou negrume.
Assim, para além dos conteúdos que puderam visionar na 'prequela', temos agora, também:
- Compilação promocional "Metal Detector FMQB" de 02.2009
- Anagnorisis - "Overton Trees"
- Anagnorisis - "Alpha and Omega" EP - edição limitada (#41/200)
- ?
(Convém aqui referir que estes três últimos CDs são edições normais e não cópias promocionais.)

O ponto de interrogação é o enigma que terão de resolver para ganhar o pack.
Ora, desta vez quero que me digam o nome da banda a quem pertence o último disco incluído, nome esse que poderá ser decifrado através das duas imagens que seguem:


Respostas aqui para a caixinha de comentários, e o primeiro a acertar leva o pack para casa. Ah, e o Daniel Ferreira está automaticamente excluído deste pequeno concursinho por ordem do Governo Civil de Lisboa.

Vá, façam lá o favor de me tirar estes monos... Perdão, estas obras-primas musicais de fino recorte daqui de casa.
Obrigados e bem-hajam!

primavídeos #15


Women - "Black Rice" live @ El Mocambo, Toronto

ms. oaktree encontra-se em retiro espiritual

A primeira audição, quando o leak começou a circular aqui há umas semanas, não me convenceu por aí além. Mas os Isis são daqueles raros casos que merecem segundas e terceiras oportunidades.
Portanto, nos próximos dois ou três dias, dedicar-me-ei exclusiva e intensivamente à audição de "Wavering Radiant" (sendo apenas interrompida pela audiovisualização dos Minsk). Que muitas oportunidades terá para demonstrar o seu valor: em CD, vinil ou no iPod; em casa, a caminho do trabalho ou no trabalho.
Se, depois de todo este esforço, o bicho continuar a não me convencer, não poderão dizer que terá sido por má vontade minha.
A ver vamos...

"i am your armor"


Torche - "Across the Shields"

primavídeos #14


Ponytail - "Beg Waves"

primavídeos #13


Art Brut - "Emily Kane"

e uma barrigada de concertos

Fim-de-semana grande e solarengo pede destas coisas. Pena é o 'grande' não se prolongar por uma semana inteira de férias, porque com a fartura dos próximos dias, as horas de sono prefiguram-se drasticamente reduzidas.

Ora, o festim iniciou-se hoje com o senhor Kid Congo Powers e os seus Pink Monkey Birds, ali para os lados da ZdB. Quem foi ao SWR (não confundir com SXSW), teve, também hoje, oportunidade de assistir ao especial Amplificasom, com os grandes Grey Daturas e os não menos grandes Year of No Light.

Quanto a amanhã, Kid Congo Powers troca de posição com os Grey Daturas, e desloca-se ao Norte do país (embora não tão Norte quanto Barroselas), para uma actuação integrada em mais um Clubbing na Casa da Música. Isto na Sala 2, pelas 24h30. Porque antes disso (22h30), na Sala Suggia desse mesmo espaço, irá acontecer o esgotadíssimo concerto de PJ Harvey com John Parish.
Já os Grey Daturas tocam na ZdB, com as honras de abertura a caberem aos Caveira. Os bilhetes custam 8€ e a coisa inicia-se às 23h, mais coisa menos coisa (mas mais para o mais do que para o menos). Para os corajosos que queiram fazer a dobradinha, ou, então, para aqueles que possuem o dom divino da omnipresença, amanhã também haverá concerto de apresentação do novo disco de Men Eater no MusicBox (a primeira parte estará a cargo dos Löbo).

O Domingo será mais calminho. De verdadeiramente interessante, quanto a mim, só haverá os Black Dice no Museu do Chiado, num Sarau da Filho Único. Começa lá para as 22h e os bilhetes custam 10€.

Segunda-feira, dia 4, será a vez dos Minsk visitarem aqui o jardinzinho. A primeira ronda tem lugar no Transmission, no Cais do Sodré, com Ketha e Process of Guilt, entradas a 8€ (10€ no próprio dia) e hora de início às 21h. No dia seguinte, terça-feira, será a vez da Fábrica de Som, no Porto, com os mesmos Ketha (mas sem Process of Guilt), bilhetes mais baratos (7€, ou 8€ no próprio dia) e início mais tardio (22h).

Continuando na terça-feira, haverá também uns Anathema na Incrível Almadense pelas 21h, com bilhetes a custarem a 'módica' quantia de 22€ (25€ no próprio dia). Na quarta, dia 6, giram para o Teatro Sá da Bandeira, com preço e horário idêntico.

Para terminar esta pequena saga, na quinta-feira o palco do Porto-Rio estará por conta dos White Hills e dos Black Bombaim (5€ em pré-venda, ou 7€ na porta). White Hills esses que, um dia depois (sexta-feira dia 8, portanto), virão hipnotizar a plateia da ZdB, para o concerto de inauguração do ciclo Kenneth Anger, lá para as 23h. O fantástico da situação é que a entrada é gratuita.

É aproveitar, meus caros! É aproveitar enquanto há!

uma barrigada de livros

Iniciou-se ontem a 79ª edição da Feira do Livro de Lisboa, este ano com horário revisto e aumentado e instalações remodeladas.
Até dia 17 de Maio vão pois poder renovar o vosso stock de material de leitura/material para empilhar na mesa de cabeceira/material para enfeitar a estante, porque diz que agora é chique usar os livros como ornamento decorativo (riscar o que não interessa).
Mais informações aqui.

primavídeos #12


Wavves - "So Bored"
 

© nos Açores não há açores. | template Modern Clix criado por Rodrigo Galindez | adaptado para o blogger por Introblogger | modificado por ms. oaktree