April 4, 2009

notas musicais avulsas #19


Os Daughters - e não as daughters, como seria suposto - preparam-se para voltar ao estúdio já no final deste mês de Abril, e gravar o sucessor de "Hell Songs" para a Hydra Head. Mas, enquanto isso, a Sargent House acaba de reeditar o EP homónimo de estreia da banda, originalmente lançado em 2002 pela City of Hell, e descatalogado logo no ano seguinte.
O bicho tem o seguinte aspecto:

Tracklist:
1. "Hello Assholes"
2. "Flattery Is A Bunch of Fucking Bullshit"
3. "A Room Full of Hard-Ons and Nowhere To Sit Down"
4. "My Stereo Has Mono and So Does My Girlfriend"




Eis que surge a primeira baixa, que eu tenha conhecimento, do 'Caso Touch and Go'. Os Pinback cessaram amigavelmente o seu contrato com a editora de Chicago e passarão a fazer parte do roster da Temporary Residence. Esta última passará assim a ter em catálogo mais um dos projectos de Rob Crow.



Quais zombies de bolsos vazios em tempos de crise, os Coalesce voltam à vida e às lides discográficas. A estreia-depois-da-cova terá o nome de "Ox" e sairá lá para 9 de Junho (nos States, internacionalmente só a 15 de Junho) pela Relapse. Dois dos novos temas a ser incluídos, "Wild Ox Moan" e "Questions to Root Out Fools", já podem ser auscultados no MySpace da banda. Promissores. Muito promissores.



E mais uma mão cheia de videoclipes f'esquinhos para fechar o lote...


Odawas - "Harmless Lover's Discourse"


Jay Reatard - "DOA"


Sebastien Grainger - "Who Do We Care For?"


Sebastien Grainger - "It's a Living"