March 29, 2009

notas musicais avulsas #18


Começando por aquilo que todos apreciamos: música (gratuita) para o povo. Os Celebration terminaram o seu contrato com a 4AD e resolveram começar a lançar a sua música de forma livre e gratuita. Para lerem o manifesto da banda e descarregarem os dois temas já disponíveis, "I Will Not Fall" e "What's This Magical", queiram dirigir-se aqui.


Quem também terminou contrato com a sua editora, a Sub Pop, foram os The Shins, embora, neste caso, o futuro das edições discográficas da banda ainda não tenha sido clarificado.
O facto dos Shins se encontrarem num "hiato criativo" tem dado azo a muita especulação. Há quem diga que ele permanecem na Sub Pop, outros acham que ele poderão vir a assinar por uma major e há ainda aqueles que afirmam que o seu próximo registo será lançado pela Aural Apothecary, a editora de James Mercer. Aguardemos mais desenvolvimentos.


Já saiu mais uma edição da coluna Show No Mercy, de Brandon Stosuy, na Pitchfork. Os destaques vão para as entrevistas a Kylesa e Gnaw. Poderão lê-las aqui.


Termino com uma fornada de novos videoclipes. São eles, respectivamente, "No One Does It Like You" dos Department of Eagles, "There Are Birds" dos Ruby Suns (que ainda este fim-de-semana passaram aqui pelo rectângulo), "Lakeside" dos Blk Jks e, last but not least, "From the Hips" dos Cursive:







primavídeos #2


Black Lips - "I'll Be With You"

March 27, 2009

title tk #13

Wolves in the Throne Room - "Black Cascade" (31.03.2009, Southern Lord)
Tracklist:
1. "Wanderer Above the Sea of Fog"
2. "Ahrimanic Trance"
3. "Ex Cathedra"
4. "Crystal Ammunition"
MySpace


Bob Mould - "Life and Times" (06.04.2009, Anti-)
Tracklist:
1. "Life and Times"
2. "The Breach"
3. "City Lights (Days Go By)"
4. "MM 17"
5. "Argos"
6. "Bad Blood Better"
7. "Wasted World"
8. "Spiraling Down"
9. "I'm Sorry, Baby, But You Can't Stand in My Light Any More"
10. "Lifetime"
MySpace


Crystal Antlers - "Tentacles" (06.04.2009, Touch & Go)
Tracklist:
1. "Painless Sleep"
2. "Dust"
3. "Time Erased"
4. "Andrew"
5. "Vapor Trail"
6. "Tentacles"
7. "Until the Sun Dies (Part One)"
8. "Memorized"
9. "Glacier"
10. "Foot of the Mountain"
11. "Your Spears"
12. "Swollen Sky"
13. "Several Tongues"
MySpace


Silversun Pickups - "Swoon" (14.04.2009, Dangerbird)
Tracklist:
1. "There's No Secrets This Year"
2. "The Royal We"
3. "Growing Old Is Getting Old"
4. "It’s Nice to Know You Work Alone"
5. "Panic Switch"
6. "Draining"
7. "Sort Of"
8. "Substitution"
9. "Catch and Release "
10. "Surrounded (or Spiraling)"
MySpace


Wooden Shjips - "Dos" (14.04.2009, Holy Mountain)
Tracklist:
1. "Motorbike"
2. "For So Long"
3. "Down by the Sea"
4. "Aquarian Time"
5. "Fallin'"
MySpace


Pterodactyl - "Worldwild" (21.04.2009, Jagjaguwar)
Tracklist:
1. "Rising & Shining"
2. "First Daze"
3. "February"
4. "Share the Shade"
5. "Old Clouds"
6. "Easy Pieces"
7. "Alex"
8. "Lawrence"
9. "No Sugar"
10. "Ghost Facts"
11. "December"
12. "One with Everyone"
Download "First Daze"
MySpace


Thee Oh Sees - "Help" (28.04.2009, In The Red)
Tracklist:
1. "Enemy Destruct"
2. "Ruby Go Home"
3. "Meat Step Lively"
4. "A Flag in the Court"
5. "The Turn Around"
6. "Can You See"
7. "Rainbow"
8. "Go Meet the Seed"
9. "I Can't Get No"
10. "Soda St. #1"
11. "Destroyed Fortress Reappers"
12. "Peanut Butter Oven"
MySpace


Gallows - "Grey Britain" (04.05.2009, Warner Bros.)
Tracklist:
1. "The Riverbank"
2. "London Is The Reason"
3. "Leeches"
4. "Black Eyes"
5. "I Dread the Night"
6. "Death Voices"
7. "The Vultures (Acts I & II)"
8. "The Riverbed"
9. "The Great Forgiver"
10. "Graves"
11. "Queensbury Rules"
12. "Misery"
13. "Crucifucks"
MySpace


Mika Miko - "We Be Xuxa" (04.05.2009, Post Present Medium)
Download "I Got a Lot (New New New)"
MySpace


El Grupo Nuevo de Omar Rodriguez Lopez - "Cryptomnesia" (05.05.2009, Rodriguez Lopez Productions)
Tracklist:
1. "Tuberculoids"
2. "Half Kleptos"
3. "Cryptomnesia"
4. "They're Coming To Get You, Barbara"
5. "Puny Humans"
6. "Shake Is for 8th Graders"
7. "Noir"
8. "Paper Cunts"
9. "Elderly Pair Beaten with Hammer"
10. "Warren Oates"
11. "Fuck Your Mouth"
MySpace


Passion Pit - "Manners" (18/26.05.2009, Columbia/Frenchkiss)
Tracklist:
1. "Make Light"
2. "Little Secrets"
3. "Moth's Wings"
4. "The Reeling"
5. "Eyes as Candles"
6. "Swimming in the Flood"
7. "Folds in Your Hands"
8. "To Kingdom Come"
9. "Sleepyhead"
10. "Let Your Love Grow Tall"
11. "Seaweed Song"
MySpace


White Rabbits - "It's Frightening" (19.05.2009, TBD)
Tracklist:
1. "Percussion Gun"
2. "Rudie Fails"
3. "They Done Wrong / We Done Wrong"
4. "Lionesse"
5. "Company I Keep"
6. "The Salesman (Tramp Life)"
7. "Midnight and I"
8. "Right Where They Left"
9. "The Lady Vanishes"
10. "Leave It at The Door"
MySpace


Dirty Projectors - "Bitte Orca" (09.06.2009, Domino)
Tracklist:
1. "Cannibal Resource"
2. "Temecula Sunrise"
3. "The Bride"
4. "Stillness Is The Move"
5. "Two Doves"
6. "Useful Chamber"
7. "No Intention"
8. "Remade Horizon"
9. "Fluorescent Half Dome"
MySpace


Dinosaur Jr. - "Farm" (23.06.2009, Jagjaguwar)
Tracklist:
1. "Pieces"
2. "I Want You To Know"
3. "Ocean In The Way"
4. "Plans"
5. "Your Weather"
6. "Over It"
7. "Friends"
8. "Said The People"
9. "There's No Here"
10. "See You"
11. "I Don't Wanna Go There"
12. "Imagination Blind"
MySpace


Sunset Rubdown - "Dragonslayer" (23.06.2009, Jagjaguwar)
Tracklist:
1. "Silver Moons"
2. "Idiot Heart"
3. "Apollo and the Buffalo and Anna Anna Anna Oh!"
4. "Black Swan"
5. "Paper Lace"
6. "You Go on Ahead (Trumpet Trumpet II)"
7. "Nightingale/December Song"
8. "Dragon's Lair"
Site oficial

Tortoise - "Beacons of Ancestorship" (23.06.2009, Thrill Jockey)
Tracklist:
1. "High Class Slim Came Floatin' In"
2. "Prepare Your Coffin"
3. "Northern Something"
4. "Gigantes"
5. "Penumbra"
6. "Yinxianghechengqi"
7. "The Fall of Seven Diamonds Plus One"
8. "Minors"
9. "Monument Six One Thousand"
10. "de Chelly"
11. "Charteroak Foundation"
MySpace

March 25, 2009

um momento de reflexão

Já repararam que, se gostarem de duas ou três bandas de determinada editora independente, há uma elevada probabilidade de também apreciarem o restante catálogo dessa mesma editora?
Pensem Dischord, Jagjaguwar, Hydra Head, Load, 31G, Holy Roar, Temporary Residence, Suicide Squeeze, Frenchkiss, Southern Lord, por aí... Mas já não tanto Sub Pop, Matador, Relapse, Touch & Go e afins.
Também se passa o mesmo com vocês?... Ou serei eu uma completista doentia?

o chel vanin rocka!

Directamente do produtor ao consumidor, e sempre com freebies!... Meus amigos, desde que descobri o Chel Vanin e a sua lista maravilha, não quero mais nada com a Blue Collar Distro.
Viva a Hydra Head! Viva o Chel Vanin!

March 23, 2009

sabeis que há uma música do novo de animal collective que eu até aprecio sobremaneira?

É verdade. É esta...



Mas o resto do disco continua a passar-me ao lado. Nada de novo debaixo do sol, portanto.

o cúmulo do exagero

Recordam-se daquelas anedotas que se costumava contar nos nossos tempos de meninice, 'o cúmulo disto...', 'o cúmulo daquilo...', 'o cúmulo daqueloutro...'?
Pois bem, tenho uma nova:
"Qual é o cúmulo do exagero?"
"É o SXSW."

Se, nos últimos dias, têm conseguido escapar à histeria South by Southwest, e se até desconheciam por completo que este festival terminou ontem a sua edição de 2009, permitam-me que vos felicite do mais fundo do meu coração. Permitam ainda que manifeste a minha inveja relativamente às vossas pessoas... Rogo-vos: ensinem-me o vosso segredo!
Eu bem continuo a tentar, mas não consigo. Não haja dúvida que é um dos fenómenos mais invasivos e intrusivos, este dos grandes festivais... err, 'multimédia' norte-americanos. Todo o mundo gravita à volta deles no período em que decorrem, como se mais nada de relevante se passasse nesse espaço de tempo. Na internet, é o Stereogum, o Brooklyn Vegan, o The Tripwire, só para citar alguns, que lhe dedicam 24 sobre 24 horas do seu tempo, e os sites europeus, que não lhes querem ficar atrás, a apanhar a onda. E uma pessoa abre tranquilamente o seu Google Reader, e é com isto que se depara. Tanto SXSW a entrar pelos olhos adentro, que até mete nojo!

"E porque é que mete nojo?", perguntará o estimado leitor. Ora, eu passo a explicar com um exemplo: o Primavera Sound. Estive lá o ano passado, adorei e vou repetir este. É um grande festival? É sim senhor, em todos os aspectos. É tão grande como o SXSW? Claro que não! Mas vejamos as coisas à dimensão do Primavera: em três dias vi 39 concertos (cerca de 1/4 do total... seria 1/5?) e note-se que o 'ver' aqui algumas vezes se resumiu a dois ou três temas. Note-se ainda que o Primavera decorre num espaço físico confinado - relativamente extenso mas, ainda assim, confinado - ao contrário do SXSW, que tem lugar um pouco por toda a cidade de Austin, onde as distâncias são bastante mais vastas. Isto tudo para concluir que, no Primavera Sound, era-me fisicamente impossível ter conseguido ver mais concertos, não tanto pelo cansaço, mas mais porque as Leis da Física, pura e simplesmente, não me permitiam estar em dois locais ao mesmo tempo. Agora extrapolem isto para o universo de uma cidade, cinco dias e 1500 concertos, ou coisa que o valha... É informação a mais para um único ser humano processar! É um abuso! Um exagero! E já nem falo de algumas críticas que se têm ouvido ultimamente, que dizem que o SXSW é cada vez menos um festival para os fãs, e cada vez mais uma feira/mostra para os profissionais da indústria da música.

Como é óbvio, o SXSW continua a ser uma excelente oportunidade para ver muitas e interessantíssimas actuações. Mas teremos que ser muito selectivos e, ainda assim, corremos o risco de perder algo que queríamos realmente ver. Será que compensa? A meu ver, não. Peca por excesso.
Continuo na minha. É um exagero!

obrigatório ir!

Primeiro, porque os The Usaisamonster são do catano. Segundo, porque esta será a última tournée da banda, que coloca assim um ponto final na sua carreira (lembrem-se lá de quantas digressões de despedida passaram por Portugal...). E, terceiro, porque para além do Porto, também já há uma data em Lisboa. Portanto, meus caros, a não comparência é indesculpável!
Acontece a 22 de Abril na ZdB (Lisboa) e no dia seguinte no Plano B (Porto).

March 22, 2009

primavídeos #1 - o regresso!

Este ano vai ser em grande. Fartinhos de ir ver concertos lá fora e acabarmos por nunca conhecer os sítios, resolvemos fazer umas férias em Barcelona. Serão nove dias de Gaudí, Miró, Revolver, Boqueria, ramblas, amanidas e concertos (pré, durante e pós Primavera). A penúria, ao regressar, é garantida. A satisfação pessoal também.
Os voos estão comprados, o quarto reservado. O bilhete para o festival, como de costume, foi deixado para a última da hora. E depois, sou eu a lamuriar-me durante nunca menos de uma semana, que o podíamos ter comprado por quase metade do preço. Atitude normal de quem é português, portanto.
Mas não se fala de coisas tristes, que a ocasião é de festa. Em jeito de comemoração, resolvi ressuscitar esta rubrica do blogue, começando a fazer a antevisão da edição deste ano do festival.
Para a estreia, deixo-vos com Bat for Lashes e uma belíssima recordação...


Bat for Lashes - "What's a Girl To Do"

March 20, 2009

só mais uma posta curta para terminar a sequência de postas curtas

As palavras têm sido escassas nos últimos tempos. Em jeito de justificação, na semana anterior foram as mudanças e consequentes arrumações (e o deitar nunca antes das 2h30 da manhã), e nesta que agora termina foram os cinco dias intermináveis, que mais pareciam sete (em grande parte, devido a ter estado a trabalhar em dois locais diferentes). O tempo livre foi pouco. A disposição para escrever menor ainda. Invariavelmente, a música e os temas de conversa foram-se acumulando.
Agora que, finalmente, antevejo algumas - longas - horas de descanso a terem lugar num futuro (muito) próximo, chega também a altura de pôr a matéria em dia e resolver as pendências. Portanto, vão-se preparando para algumas longas e maçadoras postas nos próximos tempos.
Só para terminar esta sucessão, deixo-vos com o primeiro avanço para o novo de Polly Jean e seu amigo John Parish - que não me recorda agora o nome, mas se googlarem as duas personagens, com certeza o descobrirão.
Finalmente, uma ebulição efusiva depois do banho-maria que foi "White Chalk" em toda a sua extensão. Em formato vídeo, está bem de ver.


PJ Harvey & John Parish - "Black Hearted Love"

hoje há...

Animal Hospital + R- @ O Século, Lisboa, 23h (5€)

March 19, 2009

franjas?

É do gajo do "Lost" (a música é igualzinha e já detectei um actor em comum), tresanda a "The X-Files" e a primeira temporada estreou há três semanas na RTP2. Agora, se me dão licença, vou verificar se tudo isto não será só fogo de vista.

March 18, 2009

ao vivo e a cores

Não é bem. Mas "Crack the Skye" já pode ser escutado na íntegra, última faixa incluída, aqui.

March 15, 2009

pack do negrume

Durante as minhas arrumações, descobri aqui para casa uns quantos CDs promocionais que me enviaram e que, por um motivo ou outro, tenciono passar ao próximo.
Com excepção de dois, um que já possuía e outro que é uma entrevista, aos restantes até tive medo de os pôr a rodar no estéreo. Mas se vocês se consideram homens e mulheres de tomates avantajados e acham que estão à altura do desafio, basta responder a uma pergunta perfeitamente imbecil, deixar a resposta aqui na caixa de comentários e ter a sorte de ser o primeiro a acertar. O afortunado ou afortunada será premiado com este pack assustador.

Passando ao que interessa, a pergunta imbecil é a seguinte: Qual é a minha cor preferida?
E do pack fazem parte os seguintes:
- Scissorfight - "Jaggernaut"
- "Choose Your Own Interview" as presented by Big Business
- Arckanum - "Antikosmos"
- Nåstrond - "Muspellz Synir"
- Futile - Promo 2008
(Notem que se tratam de edições promocionais. Nada de muito fancy, portanto.)

Boa sorte e que a Força esteja convosco!

March 14, 2009

não é só publicidade

Publicist feat. Ian Svenonius ao vivo no Lounge (13.03.2009):




March 13, 2009

hella com novo disco

É verdade! É verdade! A banda anunciou ontem no seu MySpace que, para além de terem voltado a ser um duo, já se encontram a trabalhar em material novo:

«The band HELLA are officially back to being a duo! Zach Hill (drums) and Spencer Seim (guitar) are currently writing, working and ripping on their first full length album as a two piece band in 4 years. The album will be recorded and finished this year of 2009. The band has not decided on what record label will be releasing it, or whom will be producing/engineering the album. Those details will be figured and announced sooner than later. International touring will most likely follow suit. Until then GET PSYCHED, CHAKAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!»

Aguardo expectante!

e para terminar o chorrilho de postas, hoje há...


E, como de costume no Lounge, a entrada é gratuita. É aproveitar, meus caros!

March 12, 2009

hmm, promete...



The new movie from filmmaker Jim Jarmusch ("Broken Flowers," "Down by Law") is set in the striking and varied landscapes of contemporary Spain (both urban and otherwise). The location shoot there united the writer/director with acclaimed cinematographer Christopher Doyle ("In the Mood for Love," "Paranoid Park"). Isaach De Bankole stars in the lead role for Mr. Jarmusch; this marks the duo's fourth collaboration over nearly two decades, following "Night on Earth," "Ghost Dog: The Way of the Samurai," and "Coffee and Cigarettes." The film also features several other actors with whom Mr. Jarmusch has previously worked, including Alex Descas, John Hurt, Youki Kudoh, Bill Murray, and Tilda Swinton; and actors new to his films, including Hiam Abbass, Gael García Bernal, Paz De La Huerta, Jean-François Stevenín, and Luis Tosar. "The Limits of Control" is the story of a mysterious loner (played by Mr. De Bankole), a stranger, whose activities remain meticulously outside the law. He is in the process of completing a job, yet he trusts no one, and his objectives are not initially divulged. His journey, paradoxically both intently focused and dreamlike, takes him not only across Spain but also through his own consciousness.

* Genre:Drama
* Director:Jim Jarmusch
* Cast:Isaach De Bankole, Alex Descas, Jean-Francois Stevenin, Luis Tosar, Paz De La Huerta

This movie's soundtrack contains music by SUNN O))) & Boris, Boris and Earth.

Released May 22nd

mais um? sim, mais um!


Handsome Furs - "I'm Confused"

bonito. estranho, mas bonito.


Bat For Lashes - "Daniel"

jesus! está cada vez melhor!

Como já vem sendo hábito, dois ou três dias antes de um novo aumento no preço dos bilhetes (este deverá ser o penúltimo), a organização do Primavera Sound anuncia mais algumas confirmações, a adicionar ao já grandioso cartell. Desta feita, os nomes que mais me fizeram salivar foram os seguintes: Zu, Liars, Jesu e Dead Meadow.
Para além disso, também as datas dos concertos foram já disponibilizadas. Assim sendo, fica apenas a faltar um punhado de nomes (Isis e Grails, é favor não esquecer...) e os horários para poder começar a dar uso ao marcador fluorescente.
Restantes confirmações e muito mais informações aqui.

March 10, 2009

aquilo que dava conversa para 1 hora, compactadinho para caber num minuto

Muito rapidamente, que não há pachorra nem disposição para mais, eis as notícias:

Os bilhetes para o concerto da PJ Harvey com o John Parish na Casa da Música esgotaram em meia hora. Ainda bem que eu já estava a ponderar a hipótese de não ir.

Os Yeah Yeah Yeahs já têm videoclipe para "Zero" (aqui). Engraçadote, mas a música continua a ser muito fraquinha. Sim, não mudou desde a primeira vez que a ouvi e a probabilidade de vir a crescer é zero. Engraçada a piada, hem?

E se em vez de cortarem o acesso à internet a esses malandros dos piratas, cortassem o pio à Associação Fonográfica Portuguesa e ao Tozé Brito? Desculpem-me, mas já não há pachorra para estes novos-ricos ressabiados que estão a ver o seu tacho ameaçado e que nem de música devem sequer gostar!

Já repararam que o novo layout da Pitchfork (deve dizer-se da ou do Pitchfork?... Nunca sei) é feio que nem cornos?

Bricolar é fixe!

Sabiam que os ossos de um lobo morto há mais de 20 anos cheiram a queijo?... Isso mesmo. Queijo...

March 9, 2009

concerto do ano!

Stephen O'Malley @ Culturgest, Porto
11 Abril, 22h (5€)

upgrading ou downgrading?

Começou por ser uma coisa matacona, branquinha, com ecrã monocromático e interface relativamente simples. Não me recordo ao certo da capacidade, mas é certo que seria apenas uma ínfima fracção daquilo que é hoje. Depois ramificou-se, veio o vídeo, o shuffle, o nano, as cores, o phone e o touch. E a capacidade disparou em flecha, enquanto que os preços desciam na razão inversa.
Tudo muito certinho, assim é o progresso tecnológico!
Agora aquilo que não gostamos de mencionar, ou sequer de lembrar: com o vídeo, o shuffle e o nano desapareceram as docks. Da mesma forma, a qualidade e durabilidade das baterias ia diminuindo. Agora que temos o clássico de 120Gb, phone e touch, perdemos as bolsinhas para proteger a engenhoca e, desgraça das desgraças!, o som. Passo a explicar: mesmo com o limitador de som inactivo, aquilo que se ouve através dos auriculares é apenas um murmúrio comparado com, digamos, o modelo vídeo de 30Gb (volta, meu querido! estás perdoado!).
Assim, lamento constatar que o próximo passo na escala evolutiva do iPod será o all in one (x-cept music): dá para ver filmes, fazer telefonemas, tirar fotos, fazer torradas, cortar as unhas, masturbar o ego, espremer borbulhas, mostrar aos conhecidos e desconhecidos que o nosso é "oh tão melhor que o deles!" e, ainda, combater eficazmente caspa, sífilis e hepatite C... Só não dá é para ouvir música... Pena é que eu só quero a merda do iPod, justamente, para ouvir música... Já sei, já sei! Coitadinha de mim que sou uma criatura ultrapassada e obsoleta, que não se consegue manter a par destes novos tempos... Pois, já me tinham dito... Bah!

March 7, 2009

diz que sim, diz que estão em estúdio

Todos aqueles que, como eu, são incondicionais devotos desse bando de freaks que dá pelo nome de Yeasayer, já podem bater palminhas e dizer um "yea!" em sinal de contentamento. Aqueles que são apenas apreciadores moderados também o podem fazer, se isso lhes aprouver.
Isto porque banda encontra-se actualmente em estúdio, a gravar o sucessor de "All Hour Cymbals" (2007, We Are Free). O Stereogum dá-nos o progress report.

o khan morreu... viva o khan!

Khanate - "Clean Hands Go Foul" (2009, Trust No One) (12" picture disc)

Há bandas de que se gosta porque é impossível, ou até desumano, não se gostar delas. Outras há de que se gosta porque, pura e simplesmente, não há como fugir delas.
Na primeira opção temos aqueles casos em que, tal é a beleza estética, das composições, ou mesmo da voz, que o resultado óbvio e imediato é um amor à primeira audição, incondicional e sem restrições. Na segunda, encontram-se aqueles em que beleza é um conceito que nunca nos perpassaria a mente. E é nesta segunda que se incluem os Khanate.
Aqui o belo é substituído pelo horrendo. Pelo desconforto, solidão, isolamento, desespero, perfídia e negrume. É certo, não é música para alminhas mais sensíveis e/ou facilmente impressionáveis. Mesmo para os mais destemidos, bastam alguns minutos desta tormenta para enegrecer os seus corações. Tal tormenta é, ainda assim, tão brilhantemente elaborada e cativante (e a voz de Alan Dubin tão sedutoramente torturada), tão viralmente insidiosa (lembram-se de "Things Viral"?) que não há como escapar das suas garras. Não há como não os venerar, restando apenas deixarmo-nos envolver e mergulhar de cabeça neste poço de demência. Os resultados podem ser imprevisíveis, mas, invariavelmente, acabamos por emergir dele carregando uma visão completamente diferente do mundo.
Foi assim durante três discos de originais. Até que em Setembro de 2006 os Khanate anunciam a sua dissolução, pondo assim um ponto final naquela que foi uma experiência riquíssima para muitos melómanos que tiveram o prazer de privar com a sua música, fosse em disco ou ao vivo. Isto até que no início deste ano é lançado o canto de cisne da banda.
Disco póstumo, 'irmão' de "Capture & Release" (2005, Hydra Head), este "Clean Hands Go Foul" é a gigante vermelha da carreira dos Khanate, que engrandece antes de colapsar numa anã branca. Só não é O disco dos Khanate, porque qualquer um deles é insubstituível (sim, eles eram assim tão bons). Deixarão, sem sombra de dúvida, muitas saudades.

March 4, 2009

outros que parece que só cá vêm em festivais de verão...

Mas, como mais vale um festival na mão do que dois a voar, antes isto do que nada.
Acontece no Optimus Alive! '09, a dia 9 Julho. E assim se perfazem dois fortes motivos para investir 50€ num bilhete diário.

March 3, 2009

coisas espetaculares que pessoas muito simpáticas tiveram a gentileza de me dar a conhecer e que agora partilho com todos vocês


El Grupo Nuevo - "Cryptomnesia" teaser

É o alinhamento de sonho!! Dream team!! Para saber mais, queiram dirigir-se aqui.
Agradecimentos ao Sr. António Pita.


These Are Powers - "Chipping Ice"


These Are Powers - "Silver Lung"

Frito. Noisy. Bom! Mais fritura barulhenta da boa no MySpace da banda.
Agradecimentos ao Sr. Daniel Ferreira.

March 2, 2009

something to write home about #27

Holy State

São quatro e são de Leeds. Citam como influências Transistor Transistor, Jesus Lizard, Hot Snakes e Fugazi (entre outros) o que, só por si, é um indicador de extremo bom gosto e grande prestígio... Mais prestígio ainda, porque não é só 31 de boca: os Holy State são a epítome do clássico instantâneo!
Dizia a Holy Roar (editora da banda): «Remember growing up listening to Hot Snakes and Jesus Lizard? Remember your passion for this kind of angular, anthemic rock'n'roll being reignited by Black Cross? Holy State fuckin' do.». Digo eu: Right on!

MySpace

o álcool tem destas coisas!


Art Brut - "Alcoholics Unanimous"

March 1, 2009

"torch, torshay, torsha, tushy, tork, torchy, touche....."

Entrevista com o Steve Brooks dos Torche aqui, via BrooklynVegan. Sim, a pergunta que se impõe é respondida e é o que se esperava, embora acabe por não esclarecer grande coisa.