September 30, 2008

entrevistas vegan, por assim dizer


e depois do adeus, os vídeos

Terminou ontem a tournée dos Katabatic por algumas das Funacs deste Portugal e mais um ou dois locais. Quanto a mim, que sou altamente suspeita, foi grandioso (pelo menos os dois concertos que vi), tendo a banda fechado este ciclo com chave de ouro.
Para quem não acredita, ficam os vídeos do último concerto (quase na sua íntegra), que teve lugar na Funac do Chiado. Ora apreciai...









September 29, 2008

21:100:100

Na Wire de Outubro (#296):

«Australian musicians Oren Ambarchi and Marco Fusinato are the curators of an aural survey of sound art produced so far in the 21st century. 21:100:100 includes 100 pieces by as many artists in an attempt to plot the concurrence of sound with other art forms. A small sample of the ton of participants include Scott Walker, Jandek, Fennesz, Sunn 0))), John Zorn, Skaters, Akio Suzuki, Charlemagne Palestine, Sun City Girls, Sonic Youth, Pita, Phill Niblock, Annea Lockwood, Taku Sugimoto, Bernhard Günter and 85 more. The show takes place 11 October-8 November at Gertrude Contemporary Art Spaces in Melbourne, gertrude.org.au. Ambarchi, Fusinato and others will play a live performance at Melbourne's Federation Square on 19 October.»

Espetacular!!... Agora vamos lá a saber: quem é que me financia uma viagem à Austrália?
Mais informações aqui.

September 27, 2008

molhos de videoclipes f'esquinhos!


Okkervil River - "Lost Coastlines"

Já vos disse que tenho uma obsessão saudável por banjos?


Vivian Girls - "Tell the World"

Conheci as Raparigas Vivianes há bem pouco tempo e houve logo ali um cliquezinho... A menina rocka?


TV on the Radio - "Dancing Choose"

Em pouco menos de duas semanas levamos logo com dois clipes de TVotR. A canção é ligeiramente superior a "Golden Age", mas, ainda assim, está longe do desejável/expectável. Quanto ao vídeo em si, os TVotR continuam a não desiludir... Valha-nos isso!


Port O'Brien - "Stuck on a Boat"

Port O'Brien - "In Vino Veritas"

Quem também se desfaz em videoclipes são os Port O'Brien. Desta feita, foram logo dois em simultâneo. Toma lá que já almoçaste!

2 já estão... só faltam 7!

Movida pela desilusão recente e perfilhando a firme convicção que não se deve deixar morrer assim um mito, finalmente decidi-me a encetar a saga de coleccionar a saga "The X Files" em DVD.
Agora já sabem o que me hão-de ofertar nas festas...

September 26, 2008

quais frank zappas, quais rolling stones... nadja é que é!

Talvez sejam hiperactivos. Talvez sejam hipercriativos. Talvez sejam um pouco de ambos. O facto é que, em cinco anos de carreira, o duo Aidan Baker e Leah Buckareff - Nadja para os amigos - já conta com 32 gravações (por entre LPs, EPs, splits, colaborações, singles, best ofs, gravações ao vivo, reedições e regravações).
Independentemente da constância a nível de qualidade entre os registos (pelo menos dos que ouvi esta é bastante elevada), não deixa de ser um percurso impressionante.

September 24, 2008

olh'ó videoclipe f'esquinho!


Deerhoof - "Fresh Born"

Para quando mais um concerto cá no burgo, pergunto eu. Com disco novo na calha, era de aproveitar...

September 23, 2008

coisas que se encontram na secção de usados da carbono

Witch - "Paralyzed" (2008, Tee Pee)
Raccoo-oo-oon - "Behold Secret Kingdom" (2007, Release the Bats)
Frightened Rabbit - "The Midnight Organ Fight" (2008, Fat Cat)
Awesome Color - "Electric Aborigines" (2008, Ecstatic Peace!)


Três deles são já de 2008. O outro, procurava-o já há uns bons meses, mas sem grande sucesso. Qualquer um deles me custou 10€.
Só tenho que agradecer àqueles que compram os discos para logo a seguir os venderem, ou que se vêem num aperto e tratam de despachar as suas colecções de discos... Como já dizia a minha avózinha, «O lixo de uns é o tesouro de outros.». Grande avózinha! Nunca teve um disco na vida nem muito menos os vendeu, mas tocava piano e cantava que era um delírio e sabia o que dizia.

E agora vou ali ouvir umas pechinchas 'novas' e já volto...

se hoje fosse o último dia do ano...

... Esta seria, mais coisa menos coisa, a minha lista dos cinco melhores discos do ano (por ordem alfabética e não de preferência):

Fleet Foxes - "Fleet Foxes" (Sub Pop/Bella Union)
Harvey Milk - "Life... The Best Game in Town" (Hydra Head)
These Arms Are Snakes - "Tail, Swallower & Dove" (Suicide Squeeze)
Torche - "Meanderthal" (Hydra Head)
Wolf Parade - "At Mount Zoomer" (Sub Pop)

Mas como não é, o mundo pode ainda dar muitas voltas...

Mais alguém já tem top five?

personagem mistério do fim-de-semana desvendada

Quem te viu e quem te vê! Ignorando os hematomas e edemas, o raio do homem é como o vinho do Porto...!

(Para aqueles a quem esta imagem continua a não dizer nada, trata-se do Steve Snere dos These Arms Are Snakes.)

September 22, 2008

clássicos modernos #8

Black Sabbath - "Black Sabbath" (1970, Warner Bros.)

Dispensa comentários. É o primeiro disco dos Black Sabbath e está tudo dito.

recordação do fim-de-semana


Katabatic - "The Battle Between the Lapiths and Centaurs" (ao vivo na Fnac do NorteShopping)

September 21, 2008

notas musicais avulsas #12


Sabe-se através do brooklynvegan que os sets de Growing, Harmonia, Om e Wooden Shjips no ATP New York 2008 estão disponíveis para download gratuito em formato MP3. Se quiserem descarregar os ditos, basta clicar no nomezinho da banda correspondente.


Mais um freebie, desta feita pela mão dos Mammifer, banda muito cara aqui por estes lados, não só pela sua música, mas também porque trabalho com eles (os mamíferos, ou, como se diria em latim, os mammalia). O registo de estreia da banda (ou deverei dizer do novo projecto de Faith Coloccia?), "Hirror Ennifer" - que será editado depois de amanhã pela Hydra Head -, pode já ser escutado na íntegra aqui.

September 18, 2008

uma personagem mistério para o fim-de-semana

Quem é o rapazinho, quem é ele, que figura nesta bela fotografia? Pensem nisso durante o fim-de-semana...

E agora, se me dão licença, há um Stargate Atlantis para ver, concertos de Katabatic para ir e um casamento para assistir (seca! vómito!... O casamento, claro!)...

está cometida a pequena extravagância do mês de setembro

Não é coisa que costume fazer. Aliás, não é uma coisa que eu faça de todo. Mas este "Tail, Swallower & Dove" é tão bom, tão bom que mais que justifica o duplicado (se isto fosse uma verdadeira extravagância, ainda havia um vinil cor-de-rosa para fazer o trio perfeito)... E só de pensar no próximo dia 4 de Novembro até se me dão arrepios de deleite... Sim, meus amigos, é este o poder dos TAAS!

e quem não for a pelo menos uma das datas é um ovo extremamente podre!!

September 16, 2008

música para as cidades fantasma do futuro

Dan Friel - "Ghost Town" (2008, Important)

Dan Friel é, para aqueles que têm andando mais desatentos ou para os novatos nestas andanças do nAnha, o homem por trás dos sintetizadores nos Parts & Labor, e este "Ghost Town" é a sua estreia no formato longa-duração.
Como qualquer profissional do sintetizador que se preze, Friel apresenta-nos aqui aquilo que de melhor sabe fazer: sintetizar e manipular.
Prosseguindo a exploração da dicotomia noise/melodia encetada pelos Parts & Labor, Friel, recorrendo unicamente à manipulação electrónica de uma série de instrumentos, aparelhómetros e jiga-jogas mais ou menos convencionais, cria uma estimulante amálgama inorgânica (mas estranhamente orgânica e coesa) recoberta de camadas de fuzz e distorção, que faz deste disco, quanto a mim, uma das propostas mais interessantes deste ano no domínio das electrónicas. E, também, um excelente antídoto contra a ressaca pós-"Mapmaker"/pré-"Receivers". Altamente recomendável, portanto.

ouro para o vídeo, bronze para a música (com possibilidade de chegar à prata)

Vai crescendo devagarinho...

TV on the Radio - "Golden Age"

September 15, 2008

title tk #8

Intronaut - "Prehistoricisms" (16.09.2008, Century Media)
Tracklist:
1. "Primordial Soup"
2. "The Literal Black Cloud"
3. "Cavernous Den of Shame"
4. "Prehistoricisms"
5. "Any Port"
6. "Sundial"
7. "Australopithecus"
8. "The Reptilian Brain: Sleep/Eat/Shit/Fight/Fuck"
MySpace


Burst - "Lazarus Bird" (22.09.2008, Relapse)
Tracklist:
1. "I Hold Vertigo"
2. "I Exterminate The I"
3. "We Are Dust"
4. "Momentum"
5. "Cripple God"
6. "Nineteen Hundred"
7. "(We Watched) The Silver Rain"
8. "City Cloaked"
MySpace


Brightblack Morning Light - "Motion to Rejoin" (23.09.2008, Matador)
Tracklist:
1. "Introduction"
2. "Hologram Buffalo"
3. "Gathered Years"
4. "Oppressions Each"
5. "Another Reclaimation"
6. "A Rainbow Aims"
7. "Summer Hoof"
8. "Past a Weatherbeaten Fencepost"
9. "When Beads Spell Power Leaf"
MySpace


Castanets - "City of Refuge" (07.10.2008, Asthmatic Kitty)
Tracklist:
1. "Celestial Shore"
2. "High Plain 1"
3. "The Destroyer"
4. "Prettiest Chain"
5. "Refuge 1"
6. "The Quiet"
7. "Glory B"
8. "High Plain 3"
9. "I'll Fly Away"
10. "The Hum"
11. "Savage"
12. "Shadow Valley"
13. "High Plain 2"
14. "Refuge 2"
15. "After the Fall"
MySpace


Marnie Stern - "This Is It and I Am It and You Are It and So Is That and He Is It and She Is It and It Is It and That Is That" (7.10.2008, Kill Rock Stars)
Tracklist:
1. "Prime"
2. "Transformer"
3. "Shea Stadium"
4. "Ruler"
5. "The Crippled Jazzer"
6. "Steely"
7. "The Package Is Wrapped"
8. "Simon Says"
9. "Vault"
10. "Clone Cycle"
11. "Roads? Where We're Going We Don't Need Roads"
12. "The Devil's in the Details"
MySpace


Gang Gang Dance - "Saint Dymphna" (20.10.2008, Warp/The Social Registry)
Tracklist:
1. "Bebey"
2. "First Communication"
3. "Blue Nile"
4. "Vacuum"
5. "Princes (feat. Tinchy Stryder)"
6. "Inners Pace"
7. "Afoot"
8. "House Jam"
9. "Interlude (No Known Home)"
10. "Desert Storm"
11. "Dust"
MySpace
Download "Princes", "House Jam"

September 14, 2008

split do ano! (e mais algumas coisas)

Pelican/These Arms Are Snakes - Split 10" (14.10.2008(?), Hydra Head)

Mas os Pelican não se ficam por aqui... Para além desta colaboração com os TAAS, haverá ainda um split 7" com Young Widows a ser editado pela Temporary Residence no início de 2009 e um outro com Suicide Note ainda sem data de lançamento definida. E claro, um novo álbum também em 2009... Toca a abrir os cordões à bolsa!

September 12, 2008

notas musicais avulsas #11


Para comemorar o lançamento do seu mais recente registo, "The Stand Ins", os Okkervil River convidaram alguns dos seus músicos preferidos a dar o seu cunho pessoal a uma mão cheia de temas do novo disco. O resultado pode ser aferido através de uma série de vídeos publicados no canal do Tubo da banda entre 18 de Agosto e 9 de Setembro - o dia de lançamento do álbum.
Deixo-vos com a belíssima versão de Bon Iver para "Blue Tulip".

Os vídeos das restantes versões poderão ser vislumbrados aqui.


E a puta da loucura continua!!... Desta feita, pela mão dos No Age que, a par de um porradão de outros nomes que nos próximos tempos darão um ar de sua graça ali para os lados da ZdB, irão actuar nesse mesmo espaço a dia 23 de Outubro. A primeira parte do concerto estará a cargo dos Lucky Dragons.
Fica uma recordação e uma amostra daquilo que poderemos esperar para dia 23 do próximo mês.

alegria no trabalho

Hoje de manhã, aproveitando o facto de estar sozinha no gabinete (o que acontece com uma certa frequência), pus isto a ecoar naquelas paredes seculares...
... Portugueses que fazem o que gostam (e que, por inerência, gostam do que fazem) e que, ainda por cima, ouvem a música que gostam no trabalho, são portugueses felizes! E produtivos, já agora.

(Isto vem um pouco a propósito disto aqui.)

September 11, 2008

wichita é amiguinha!

O Drowned in Sound dá-nos conta que a Wichita acaba de lançar uma compilação digital com 15 faixas totalmente gratuita. Precisamente, no strings attached, não há cá "pague o que quiser, mas se 'pagar zero' sempre vai ter que desembolsar uma taxazinha, já por causa das coisas...". Apenas terão que subscrever a mailing list da editora, o que nem chateia muito (depois, sempre dá para fazer um unsubscribe).
De entre os artistas incluídos podemos encontrar Les Savy Fav, The Bronx, Conor Oberst, The Dodos, Euros Childs, Los Campesinos! (com um novo tema), entre outros.
Para obter o produto, tenham a bondade de se dirigir aqui.

September 10, 2008

lindo mãezinha!!

Lightning Bolt a dia 23 de Novembro, na ZdB em Lisboa e...

... A Silver Mt. Zion a dia 1 de Novembro, no Passos Manuel no Porto...

É a puta da loucura!!

(via grande Amplificasom!)

Correcção/Acrescento: A Silver Mt. Zion também em Lisboa e Leiria.

September 9, 2008

pássaros selvagens e tambores da paz

Wildbirds & Peacedrums

São dois. São suecos. A sua música é etérea e fascinante, os arranjos são esparsos e minimais por forma a dar a devida proeminência à magnífica voz de Mariam Wallentin, que flui harmoniosamente num registo quase jazzy. Genuinamente belo!
Aconselho fervorosamente uma visita ao MySpace destes Wildbirds & Peacedrums e uma espreitadela a "Heartcore" (2008, The Leaf Label) (courtesy of Under the Radar), o primeiro registo da banda entretanto reeditado.

September 8, 2008

um grande disco, um outro menos bom e os wolf parade mantêm-se na liderança para disco do ano

Já circulam pelos Sordos, Bolachas Grátis e Deekmedias desta vida os leaks para dois álbuns que eu aguardava com grande expectativa.
Um deles mantém o alto nível, o outro está a ser, até agora, uma semi-desilusão...

Fucked Up - "The Chemistry of Common Life" (07.10.2008, Matador)

Por vezes é nas coisas mais simples que encontramos os grandes feitos. É o que os Fucked Up nos continuam a proporcionar.
Partindo das premissas singelas e mais que batidas (pensaríamos nós) do hardcore old school, os Fucked Up continuam a reinventar e revitalizar a género, oferecendo-nos (mais) um disco poderosíssimo e verdadeiramente indispensável.
Definitivamente, a comprar!

TV on the Radio - "Dear Science" (23.09.2008, Geffen)

"Dear Science" não é um mau disco, muito pelo contrário. Acontece que não se pede aos TVotR que façam somente um bom disco. Pede-se, exige-se aliás (que temos mais que motivos para isso) que eles façam um disco excepcional. Fora de série. E este "Dear Science" é tudo menos fora de série.
Sente-se aqui muito a falta do negrume marca TVotR, daquela estranheza sufocante que torna a música da banda tão sedutora. Em substituição temos orquestrações muito upbeat, que chegam, a espaços, a ser excessivas e/ou desnecessárias. Para além disso, nota-se uma certa monotonia entre algumas faixas que acaba por torná-las um tanto indistintas. Em suma, falta-lhe o rasgo de criatividade brilhante que caracteriza o restante trabalho da banda.
Muito sinceramente, e embora acredite que este seja um álbum que possa crescer com as audições (já me tinha acontecido o mesmo com "Return to Cookie Mountain", mas este é, quanto a mim, infinitamente superior), não me parece que chegue algum dia a gostar tanto dele como de qualquer outro dos registos anteriores dos TVotR.
A comprar, mas só porque são os TV on the Radio.

alguém me explica...

... Como é que é possível que uma posta pura e simplesmente me tenha desaparecido do blogue?!

September 5, 2008

something to write home about #22

The Valley Arena

Não são extraordinários, por vezes acabam mesmo por cair na banalidade. O que nos vale a nós é que esses momentos são raros, e quando os Valley Arena são bons, são mesmo muito bons.
Praticantes de um post-hardcore with a twist, reminescente de uns Quicksand ou de uns Jawbox, este trio de Long Beach constituído por Chris Stevens, Michael Nielsen e Warren Woodward será concerteza uma aposta a manter debaixo do radar. Queiram fazer o favor de conferir.

MySpace
Site oficial

September 4, 2008

primatas superiores

The Apes - "OddEyeSee" (2003, Frenchkiss)

Não se pode dizer que os The Apes sejam propriamente uma banda convencional. As evidências são várias: não têm nem nunca tiveram um guitarrista, mudam de vocalista como quem muda de camisa e até o próprio nome da banda vai variando consoante a ocasião - às vezes são os The Apes, noutras são apenas os Apes.
Como seria expectável, todas estas pequenas extravagâncias acabam por se transmitir à sua música. Cada disco dos (The) Apes é uma nova aventura que, cortando amarras com a anterior, acaba por produzir um corpo de trabalho bastante interessante.
Neste "OddEyeSee", o penúltimo álbum da banda, vamos encontrá-los a explorar territórios dominados pelo psicadelismo, com arroubos de grandiosidade progressiva. Deparamo-nos ainda com alguns momentos de art-rock garageiro e uma série de verdadeiros delírios que desafiam a classificação, assim como o conceito de canção, e que são evocativos de uma certa atitude 'chromehoofesca'. Não restam de facto dúvidas que a música é o laboratório dos Apes e nós as suas cobaias voluntárias.
A todos os que pretenderem entrar na experiência - e eu recomendo-o vivamente - é preferível que o façam sob o efeito de psicotrópicos, embora uma bebedeira de sono acabe por produzir resultados idênticos.

concertos amebóides

'Eles' dizem-nos que são a maior loja de discos independente do mundo, e nós não temos qualquer motivo para duvidar desta afirmação. Afinal, não é qualquer cadeia de lojas que se pode gabar de ter albergado um rol actuações ao vivo (todas de entrada livre) que faria corar de inveja a mais respeitável das salas de espetáculos.
'Eles' chamam-se Amoeba Music, têm três lojas no estado da Califórnia e estas são apenas algumas das bandas ou artistas que lá actuaram: !!!, Band of Horses, Black Lips, Blonde Redhead, Daniel Johnston, Dinosaur Jr., The Dodos, Film School, Flipper, High on Fire, Jesu, Kimya Dawson, Man Man, Menomena, Neko Case, No Age, Noisettes, Okkervil River, Om, Pinback, Sage Francis, Saviours, The Shins, Six Organs of Admittance, Tegan & Sara, TV on the Radio, William Elliott Whitmore (cliquem para ver os vídeos), entre muitos outros.
Os vídeos dos restantes concertos podem ser vistos aqui. Nem todos foram filmados, mas aqui poderão ver uma listagem completa destas actuações, complementada com algumas imagens de cada uma delas. Como aperitivo, deixo-vos com a prestação dos Boris.



September 3, 2008

o terror, o gore, a tragédia!

(clica-me!)

Começou hoje a 2ª edição do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, aka MOTELx. Mais informações aqui.

September 2, 2008

quando o despertador toca...

O recomeço da vida regida pelo despertador. Felizmente, o meu é musical e esta marcará presença na selecção de amanhã...

No Age - "Eraser"

September 1, 2008

"underneath the belly of alaska"

Port O'Brien

Após uma semana de cuidadoso visionamento, durante uma ou duas horas por dia, chego à conclusão que a MTV2 é uma coisa curiosa. Ou melhor, a MTV2 é uma coisa nada curiosa porque, no fundo, não passa de uma MTV1 mal disfarçada, a querer dar pala de indie. Pronto, é má mesmo.
Todos aqueles que ainda pensam aderir ao pacote Funtastic Life por causa deste canal, desenganem-se. Não se deixem ir em cantigas: a MTV2 é uma péssima desculpa para um canal de música 'alternativa'.

Mas como nem tudo é mau, em cerca de 14 horas de emissão houve uma coisa, um único videoclipezinho que me pôs de antenas no ar. Eram, justamente, estes Port O'Brien.

De acordo com o biografia disponível no site da banda, os Port O'Brien formaram-se em 2005. Um duo constituído por Van Pierszalowski e por Cambria Goodwin, que pouco tempo após a sua concepção, passou a quarteto, com a adição de Caleb Nichols e Joshua Barnhart (actualmente a banda é constituída por Van, Cambria, Joshua, Zebedee Zaitz e Ryan Stively).
O nome da banda - que lhes assenta que nem uma luva - foi retirado de uma localidade na ilha de Kodiak, no Alaska, onde o pai de Van tem um barco de pesca ao salmão no qual Van trabalha durante os meses de Verão.
A banda conta já com dois álbuns no seu currículo, "The Wind and the Swell" (2007, American Dust), uma colecção de temas lançados em edições de autor, e "All We Could Do Was Sing" (2008, City Slang).

Retirado de "All We Could Do Was Sing", eis o motivo deste meu entusiasmo: "I Woke Up Today" e o seu vídeo encantador.

Para mais perolazinhas, queiram ter a bondade de se dirigir aqui e aqui. Deixo as considerações e comparações ao vosso critério.

meus amigos, temos site!

Abre hoje oficialmente as portas o Ponto Alternativo, um site dedicado à informação musical online. Segundo o André Forte, um dos envolvidos neste projecto, «a ideia por detrás do Ponto Alternativo (...) é abordar a música tentando preencher algumas lacunas com as quais os sites e a imprensa especializada não se preocupam (enquadramento social da música, bandas com menos expressão mediática, evitar especialização em géneros musicais e tentar abordar cada um deles da forma mais profunda possível, etc.)».
Por enquanto, algumas secções do site estão ainda em construção, mas as matérias já disponíveis auguram um futuro promissor. Sem dúvida, uma iniciativa louvável!
O Ponto Alternativo poderá ser consultado aqui (link também no sítio do costume).