April 30, 2008

playlist para mais um agradável serão passado no recato do lar #4

Cursive – “Some Red Handed Sleight of Hand”
Weezer – “Tired of Sex”
The Get Up Kids – “Don’t Hate Me”
Nada Surf – “Mother’s Day”
The Promise Ring – “Skips a Beat (Over You)”
Stephen Brodsky – “Good to Know”
J Church – “She’s So Mean”
Piebald – “Just a Simple Plan”
Samiam – “Mud Hill”
Roy – “Tell It True”
Kill Holiday – “Friday June 13th”
New Idea Society – “The Aching Bells”
The Gloria Record – “Good Morning, Providence”
Pop Unknown – “This Guy’s Ready for Bed”
The Casket Lottery – “Searchlights”
Koufax – “Break It Off”
Pilot to Gunner – “Every Minute Is a Movie”
The White Octave – “The Constant Is Zero”
Death Cab for Cutie – “The Sound of Settling”
Jets to Brazil – “Resistance Is Futile”
Criteria – “The Coincidence”
Burning Airlines – “Morricone Dancehall”
90 Day Men – “Last Night, a DJ Saved My Life”
The Dismemberment Plan – “The Face of the Earth”
Minus the Bear – “Knights”
Kid Kilowatt – “Cadence for the Desert Sun”

Download .zip

Disclaimer: Estas músicas foram por mim convertidas em formato .m4a, com recurso ao iTunes, a partir dos CDs originais. Pretendem ser apenas uma pequena amostra do trabalho destes artistas. Se gostarem do que ouvem, comprem o(s) disco(s).
Não pretendo com isto promover o download ilegal, mas como não tive qualquer autorização para partilhar estes ficheiros, se alguém se sentir lesado com este acto, por favor comunique-mo, que eu imediatamente os removerei.

WOLF PARADE A PAREDES DE COURA JÁ!!!

ms. oaktree em êxtase-histeria-é-a-pupa-da-loucura!

Não se chama "Kissing the Beehive". Muito menos se irá chamar "Pardon My Blues". Chamar-se-á sim "At Mount Zoomer" (mais uma adição de peso ao colectivo de grandes álbuns com 'montes' e 'montanhas' no nome, portanto) e é o novo dos Wolf Parade que, apesar de só ter data de edição prevista a 17 de Junho, já anda por aí a circular.

A Wikipedia explica todo este rebuliço com o título:

The album is named after drummer Arlen Thompson's sound studio, Mount Zoomer, which apparently is "a B.C. euphemism for magic mushrooms and a nod to Montreal band, A Silver Mount Zion." The LP was originally meant to be entitled Kissing the Beehive; however, due to possible copyright infringements in relation to Jonathan Carroll's 1997 novel of the same name, the album's title was changed. Spencer Krug said they "didn't know that was the title of a book... We might have to change it, but we might not. And we'll have to make it clear that it's not [named] after his book. It's a complicated situation." It had also been reported earlier by Blender Magazine that the record was entitled Pardon My Blues; however, on April 28, Sub Pop Records officially announced that the album's name will be At Mount Zoomer.

Quanto a mim, que acabo de terminar a primeira de muitas audições do leak do dito, gostaria de declarar: disco do ano! Venha o que vier, e o ano ainda nem sequer vai a meio, não quero saber! É disco do ano!
Se estão à espera de um "Apologies to the Queen Mary Pt. 2", podem ir tirando o cavalinho da chuva... E mais não digo, para não estragar a surpresa!

Mais informações, lista de faixas, pormenores técnicos e afins aqui.

Se perguntarem, não souberam isto por mim, mas queiram ter a bondade de se dirigir ao Sordo... Mais uma vez, bem-hajas caríssimo Tiago!

April 28, 2008

title tk #4

Asva - "What You Don’t Know Is Frontier" (05.05.2008, Southern)
Tracklist:
1. "What You Don't Know Is Frontier"
2. "Christopher Columbus"
3. "A Game in Hell, Hard Work in Heaven"
4. "A Trap for Judges"
MySpace


Kayo Dot - "Blue Lambency Downward" (05.05.2008, Hydra Head)
Tracklist:
1. "Blue Lambency Downward"
2. "Clelia Walking"
3. "Right Hand is the One I Want"
4. "The Sow Submits"
5. "The Awkward Wind Wheel"
6. "The Useless Ladder"
7. "Symmetrical Arizona"
MySpace

Streaming

No Age - "Nouns" (05.05.2008, Sub Pop)
Tracklist:
1. "Miner"
2. "Eraser"
3. "Teen Creeps"
4. "Things I Did When I Was Dead"
5. "Cappo"
6. "Keechie"
7. "Sleeper Hold"
8. "Errand Boy"
9. "Here Should Be My Home"
10. "Impossible Bouquet"
11. "Ripped Knees"
12. "Brain Burner"
MySpace


Death Cab for Cutie - "Narrow Stairs" (12.05.2008, Atlantic)
Tracklist:
1. "Bixby Canyon Bridge"
2. "I Will Possess Your Heart"
3. "No Sunlight"
4. "Cath... "
5. "Talking Bird"
6. "You Can Do Better Than Me"
7. "Grapevine Fires"
8. "Your New Twin Sized Bed"
9. "Long Division"
10. "Pity and Fear"
11. "The Ice Is Getting Thinner"
MySpace


Dosh - "Wolves and Wishes" (13.05.2008, Anticon)
Tracklist:
1. "Don't Wait for the Needle to Drop"
2. "Bury The Ghost"
3. "If You Want To, You Have To"
4. "First Impossible"
5. "Kit and Pearle"
6. "Wolves"
7. "Food Cycles"
8. "Keep Up Appearance"
9. "The Magic Stick"
10. "Capture the Flag"
MySpace


Grails - "Take Refuge in Clean Living" (13.05.2008, Important)
Tracklist:
1. "Stoned at the Taj Again"
2. "PTSD"
3. "11th Hour"
4. "Take Refuge"
5. "Clean Living"
MySpace


Subtle - "ExitingARM" (13.05.2008, Lex)
Tracklist:
1. "Exiting Arm"
2. "Day Dangerous"
3. "No"
4. "Sick Soft Perfection"
5. "Hollow Hollered"
6. "Crow"
7. "Unlikely Rock Shock"
8. "Take to Take"
9. "Gonebones"
10. "Wanted Found"
11. "Providence"
MySpace


Stove Bredsky - "The Black Ribbon Award" (19.05.2008, Hydra Head)
Tracklist:
1. "Blue Seclusion"
2. "Dead of Winter"
3. "Mayfly"
4. "Dead Battery"
5. "Blood Red Blues"
6. "Spacegirl Saturn"
7. "Failure"
8. "Fall Days"
9. "A Rainbow No More"
10. "Trout"
11. "Orange Sunshine Medicine"
12. "Splatterbrain"
13. "The Coattail Rider"
14. "Chine"
15. "Return to Rain"
16. "Untitled"
17. "Prospect Hill"
18. "A Swelling Hope"
MySpace


Free Kitten - "Inherit" (20.05.2008, Ecstatic Peace)
Tracklist:
1. "Erected Girl"
2. "Surf's Up"
3. "Seasick"
4. "Free Kitten on the Mountain"
5. "Roughshod"
6. "Help Me"
7. "The Poet"
8. "Billboard"
9. "Bananas"
10. "Monster Eye"
11. "Sway"
MySpace


Fleet Foxes - "Fleet Foxes" (02.06.2008, Sub Pop)
Tracklist:
1. "Sun It Rises"
2. "White Winter Hymnal"
3. "Ragged Wood"
4. "Tiger Mountain Peasant Song"
5. "Quiet Houses"
6. "He Doesn't Know Why"
7. "Heard Them Stirring"
8. "Your Protector"
9. "Meadowlarks"
10. "Blue Ridge Mountains"
11. "Oliver James"
MySpace

sinais do apocalipse #3

O presidente Arbusto a tentar dar uma de comediante num qualquer congresso/encontro/ convenção/jantarada. Antes tínhamos o Arbusto trágico-cómico (porque é trágico como alguém consegue proferir tanta barbaridade junta quando fala de assuntos sérios), agora temos esta nova versão cómico-trágica (aqui a tragédia advém dessa pessoa só conseguir ter piada quando fala de assuntos sérios - fruto de muita imbecilidade e estupidez natural! - e nunca quando tenta contar uma piada).
Nem quero imaginar quais serão as consequências para o mundo, agora que foi revelada esta faceta do presidente Arbusto... Oh, the horror!... The horror!!!

April 27, 2008

something to write home about #17

Rahim

Apesar de só contarem com um EP e um LP no seu currículo, os nova-iorquinos Rahim já por cá andam há uns bons oito anos.
Após uma mudança de nome e algumas alterações na sua formação, a banda estabeleceu-se como um quarteto, oferecendo-nos um post-hardcore feito de guitarras angulares, com um colorido pop/arty que, neste caso, é muito bem-vindo. Para além disso, vem com o selo de garantia da Frenchkiss. Tudo bom, portanto.

MySpace
Site oficial

primavídeos #5


Menomena - "Evil Bee"

liars mas não muito

Depois de instalada a moda do cancelamento de concertos, eis que é lançada uma nova moda, e esta bem mais interessante, que consiste em remarcar as datas dos concertos cancelados.
Todos aqueles que desesperaram com o cancelamento dos concertos dos Liars em Portugal, a vossa vida voltou a fazer sentido! A promotora Nervo anunciou, via Blitz, nova data para o concerto da banda em Lisboa. Assim, o espetáculo encontra-se agendado para dia 9 de Junho pelas 21h, no Santiago Alquimista. O preço dos bilhetes mantem-se (16€ em compra antecipada ou 18€ no próprio dia), tal como a primeira parte, que continua a estar a cargo dos Loosers.
Relativamente à data portuense, ainda não há novidades.

April 23, 2008

"sempre a roquenrolar!"


"Boomerang"

Eles chamam-se Black Lips.
Eles são feios, porcos e maus. Ou talvez não tanto. Até são engraçadotes. Um deles parece um cossaco russo, há um outro que parece um coelho com uma dentição metálica. Mais um proto-marinheiro e um baterista com síndrome de Tourette e uma t-shirt dos Sizo.
São um pouco badalhocos, sim. Cospem para o chão, cospem para o ar. Enfim, cospem nas mais variadíssimas direccções. E abrem garrafas de cerveja com os dentes (assim se percebe a utilidade de uma dentição metálica). Ao que parece, a nudez e os vómitos e micções dirigidas à plateia são coisas do passado (ou se calhar ainda não estavam bebidos o suficiente): quando uma adepta mais fervorosa lhes pede para exibirem a genitália eles limitam-se a replicar algo do género, "You have a beautiful city, we don't want to ruin the landscape with that.".
Mas, acima de tudo, eles são hilariantes. Divertem-se, eles próprios, e divertem qualquer ser vivo que se encontre num raio de 250 metros, com o seu auto-intitulado flower-punk. Vozes desafinados, coros 'chá-lá-lá-uá-uá', gargalhadas fantasmagóricas, berraria avulsa, interlúdios musicais, guitarras à desgarrada, faz tudo parte do espetáculo! Provando, mais uma vez, que o bom rock & roll, aquele sujinho e gingão (brincalhão?), dispensa pretensiosismos e/ou perfeccionismos.
Na noite de terça para quarta, eles presentearam um Lux bem composto, não a abarrotar, com cerca de uma hora do seu mais puro delírio roquenrolesco. Curto e grosso, como se quer... E foi muito bom!

Já na noite anterior tinha sido a vez do Porto-Rio. Conta-se que por lá os ânimos andaram exaltados. Para verem os vídeos e lerem o relato, queiram ter a bondade de se dirigir ao estaminé dos honoráveis companheiros do Hug The DJ.

primavídeos #4


Pissed Jeans - "I've Still Got You Ice Cream"

April 21, 2008

April 18, 2008

piramidal!

Pyramids - "Pyramids" (06.05.2008, Hydra Head)

Começa. Vozes etéreas, sonoridades planantes, vastas, majestosas. Um mar de tranquilidade de uma beleza quase sufocante. Post-rock. Ambient drone. De repente, o caos. Cacofonia, blast beats frenéticos, puro ruído. Mas a mesma voz belísssima, agora mais dolente. Máquina contra Homem. Industrial. Depois, a calmaria após a tempestade. Apenas aparente, pois estamos no olho da tempestade. Aproveitemos então.
Durou pouco. Novamente destruição, desespero, negrume. Estridência. Noise. A voz cada vez mais ausente, tentando sobrepor-se à violência dos elementos. Ora em êxtase, ora pungente.
Uma réstia de esperança no meio da catástofre. Sempre o eterno ciclo de vida e morte. Beleza e fealdade. Um raio de sol. Desvanece-se no caos, fracturado pela escuridão. Absorvido por um buraco negro. Escuridão apenas, insuportável. Doom. Black metal. Gritos viscerais abafados por camadas de lodo que mal deixam respirar. Ainda uma réstia de voz, agora agonizante. Ruído, muito ruído. Distorção. E termina... Só para começar de novo. Toda a música deveria ser assim.

Para ouvirem este assombro na íntegra queiram dirigir-se aqui. A edição física estará nas ruas a 6 de Maio.

something to write home about #16

Esta posta vai directamente para todos aqueles que se queixam que aqui no pasquim muito pouco se fala de música portuguesa... Vá, ainda ninguém se queixou... Mas antes que alguém se lembre, está bem?!
Não tirando mais o protagonismo a quem de direito, passemos ao que interessa. Os I Had Plans são um quinteto lisboeta, que eram, para mim, apenas mais uns ilustres desconhecidos. Mas tudo isso mudou há coisa de dois ou três dias atrás, quando o meu caro amigo João teve a gentileza de me introduzir ao fabuloso trabalho desta rapaziada que, ao que parece, se desmultiplica em projectos paralelos (If Lucy Fell, Suchi Rukara, Adorno, entre outros). Com estes I Had Plans apresentam-nos um sólido post-hardcore a dar para o matemático, onde o domínio técnico e criativo estão bem patentes.
Se os dois temas presentes no MySpace da banda forem uma amostra fiel do seu corpo de trabalho, então posso afirmar que estamos seguramente perante uma das cinco bandas portuguesas mais excitantes da actualidade.
Oiçam. JÁ!... Se faz favor.

April 17, 2008

sinais do apocalipse #2

Não concordo com o novo acordo ortográfico. E não concordo porque penso que, ao invés de tentarmos aproximar a nossa língua do português do Brasil, deveríamos sim aproximar-nos da língua de um país que nos ofereça uma real possibilidade de lançar uma OPA hostil aqui sobre o rectangulozinho, e assim melhorar o nosso nível de vida. Espanha, por exemplo. Assim como assim, já fomos quase-Espanha aqui há uns séculos atrás, e os interesses económicos de nuestros hermanos por cá se foram mantendo. Não lhes custava nada acabar o que já começaram.
É nessa linha de pensamento que gostaria de propor, a bem da nação, que o 'lh' passe a 'll' e o 'nh' a 'ñ'. O resto virá com o tempo.

April 14, 2008

u.r. not my fever anymore


"Sour Cherry"


"Tape Song"


"No Wow"


"The Good Ones" (incompleta)

Diz a sabedoria popular que não se deve misturar negócios com prazer. E se a sabedoria popular nem sempre sabe o que diz, esta é daquelas situações em que há que lhe dar uma certa razão. O caso dos The Kills é disso expressivo.
Devo confessar que nunca assisti a nenhum concerto dos Kills da era A.M. (antes de Moss), apenas me posso reportar àquilo que li em várias publicações, bem como aos relatos de vários amigos, onde se falava em actuações verdadeiramente electrizantes, libidinosas, quase eróticas, em que a química entre Alison Mosshart (aka VV) e Jamie Hince (aka Hotel) era explosiva.
Aquilo que presenciámos no concerto do passado dia 12, inserido nas sessões Clubbing da Casa Música, foi apenas um pálido reflexo de actuações passadas.
Longe de ser um mau concerto (que não foi, de todo), sentia-se com frequência que faltava ali qualquer coisa. O vazio deixado pelo final da relação entre VV e Hotel é grande demais para ser preenchido pela simples amizade e cumplicidade que parece continuar a existir entre ambos. Tudo porque os Kills basearam toda a sua carreira, todo o conceito da banda, nos laços sentimentais que os uniam, mas que entretanto se quebraram.
A tensão sexual, a refrega erótica que tornava os concertos da banda tão únicos e interessantes deu lugar a arroubos velados apenas. A proximidade física entre VV e Hotel é constrangida, envergonhada, rapidamente se esfuma, como se de dois amantes adúlteros a debaterem-se com sentimentos de culpa se tratasse (será?). Um bom álbum como "Midnight Boom" merecia uma melhor promoção.
Agradecia que alguém me esclarecesse quanto a isto, pois não quero estar aqui a mentir, mas julgo uma vez ter lido que a existência dos Kills apenas faria sentido enquanto a relação amorosa entre ambos os seus elementos durasse. Talvez esteja na altura da banda repensar a fundo o caminho a seguir. Ou talvez os The Kills devessem mesmo pôr um ponto final na sua carreira e encetar novos projectos musicais. Quiçá, com novos significant others.

primavídeos #2


Kinski - "Punching Goodbye Out Front"

April 11, 2008

de partida...

Rumo à Invicta, para ver o concerto destes senhores e comprar capas para os vinis.
Bom fim-de-semana!

quem quer bilhetes grátis??

Acabo de saber que eu e o Dan ganhámos dois convites duplos (quatro entradas, portanto) para o concerto de Large Number (a nova aventura sónica de Ann Shenton dos Add N to (X)) hoje, sexta-feira, no MusicBox, mas uma vez que vamos ter que nos ausentar durante o fim-de-semana, gostaria de transferir estes convites para dois simpáticos leitores aqui do pasquim.
É muito simples, só têm que enviar o vosso nome, número do Bilhete de Identidade, telefone de contacto, endereço e e-mail para o e-mail que está aqui à vossa direita (podem também deixar na caixa de comentários, embora não o recomende) o mais rapidamente possível, pois eu não sei se essa transferência ainda poderá ser feita. Se tudo correr bem, os dois primeiros a responder levam o grande prémio.
E isto não é só um esquema para obter os vossos dados pessoais (embora seja muito provável que, após a sua obtenção, eu os utilize para fins ilícitos), podem ver o passatempo aqui.

April 10, 2008

música para o povo #2

Não fugindo à temática da 'Música para o povo' anterior, eis mais uma compilação de uma editora, desta feita, a grande Jagjaguwar.
Novamente, os ficheiros encontram-se ordenados alfabeticamente e podem ser descarregados livre e gratuitamente, um a um, no site da editora.
Para quem não se quiser dar a esse trabalho, eis o compacto:

Jagjaguwar #1 (Alex Delivery, Black Mountain, Bon Iver, Company, Dirty Faces, Home, Julie Doiron, Ladyhawk, Lightning Dust)

Jagjaguwar #2 (Manishevitz, Minus Story, Monroe Mustang, Nagisa Ni Te, Nurse & Soldier, Oakley Hall, Odawas, Okkervil River)

Jagjaguwar #3 (Oneida, Parts & Labor, Patrick Phelan, Pink Mountaintops, Pterodactyl, Richard Youngs)

Jagjaguwar #4 (Simon Joyner, Sinoia Caves, Spokane, Sunset Rubdown, Swan Lake, The Besnard Lakes, The Skygreen Leopards, Wilderness)

April 9, 2008

winning is gooood!

Resultado de mais uma incursão pelo universo dos leilões virtuais: dois LPs de Tusk, de edição limitada por cerca de 17,80€, portes incluídos.
O meu segredo? Para além da laca Pantene, nunca licitar antes dos 10 minutos finais e inserir sempre o valor mínimo de licitação. E depois, é só manter o cursor sobre o botão 'Reload page'.

April 8, 2008

sinais do apocalipse #1

Suspeito que as andorinhas que já cá chegaram devam estar a pensar que comeram gato por lebre.

é a bancarrota! (ou quem é vidente, quem é?... é a ms. oaktree!)

Como hei-de começar?... "O sonho comanda a vida"?... "O Homem sonha, a obra nasce"?... O facto é que neste exacto momento me sinto grande e poderosa (espiritualmente mais rica e monetariamente mais pobre), qual Martin Luther King proclamando: "I had a dream!...".
Não sei se estarão recordados disto aqui (eu própria já não estava, foi o Eduardo Negrão que me chamou a atenção para o facto... Bem-hajas, caro Eduardo!), mas a minha rigorosa previsão acabou por se concretizar, e os The Mars Volta vão mesmo actuar no festival de PdC a 2 de Agosto.
E como o prometido é devido, anuncio aqui num rigoroso exclusivo o início da minha carreira como vidente a partir da data de hoje. Aproveito ainda para informar que os meus préstimos divinatórios estão à vossa disposição, mediante pagamento de uma quantia avultada. Mas só a partir da noite de quarta para quinta-feira, que hoje ainda tenho de sonhar que ganhei uma certa BI (bolsa de investigação para os leigos).
Deitando contas à vida, afinal não vou poupar tanto dinheiro como incialmente pensava, mas é por uma boa causa!... E já agora, se não fosse pedir muito, seria possível trazerem também os Wolf Parade a PdC, só para completar o ramalhete? (Vou já arranjar um sonhozinho que resolva essa questão...)

April 6, 2008

primavídeos #1

A minha euforia relativamente ao Primavera Sound começou há já algumas semanas, e é nesse espírito que gostaria de oficializar aqui a minha entrada em estágio de preparação para o evento, partilhando convosco alguns vídeos de bandas que têm presença marcada no festival catalão, e cujas actuações tenciono não perder.
Começo justamente por Caribou, o projecto de Dan Snaith, que recentemente passou pelo Santiago Alquimista (e que, se tudo correr como esperado, passará também pelo palco de PdC), com este "She's the One".

o meu amigo dança?

Mi Ami

Do catálogo recente da Dischord, há duas bandas, quanto a mim, incontornáveis: Q and Not U e Black Eyes, ambas já extintas.
Dos elementos de Q and Not U tivemos algumas novidades no ano da graça de 2005, pela mão de Ris Paul Ric (aka Christopher Paul Richards), embora o seu trabalho ficasse muito aquém de qualquer dos registos de Q and Not U.
Agora é a vez de dois dos elementos de Black Eyes, Daniel Martin-McCormick e Jacob Long, se aventurarem num novo projecto musical: os Mi Ami, que seguindo uma linha algo diferente da esquizofrenia sonora da sua anterior banda, enveredam por uma estética post-punk, aliada ao dub e às batidas tribais. E não haja dúvida que o timing deste colectivo é perfeito, uma vez que o hype da fusão entre as electrónicas e os ritmos exóticos, muito a puxar para o pézinho de dança, está aí para quem quiser 'apanhar o comboio'.
Ainda assim, vale bem a pena dar uma espreitadela ao MySpace da banda.

Download "African Rhythms"

April 5, 2008

title tk #3

Man Man - "Rabbit Habits" (07.04.2008, Anti)
Tracklist:
1. "Mister Jung Stuffed"
2. "Hurly/Burly"
3. "The Ballad of Butter Beans"
4. "Big Trouble"
5. "Mysteries of the Universe Unraveled"
6. "Doo Right"
7. "Easy Eats or Dirty Doctor Galapagos"
8. "Harpoon Fever (Queequeg's Playhouse)"
9. "El Azteca"
10. "Rabbit Habits"
11. "Top Drawer"
12. "Poor Jackie"
13. "Whalebones"
MySpace

Thee Oh Sees - "The Master's Bedroom Is Worth Spending a Night In" (08.04.2008, Tomlab)
Tracklist:
1. "Block of Ice"
2. "Visit Colonel"
3. "Grease 2"
4. "Ghost in the Trees"
5. "Two Drummers Disappear"
6. "Graveyard Drug Party"
7. "Master's Bedroom (Is Worth Spending a Night In), The"
8. "Grease"
9. "Adult Acid"
10. "Coconut, The"
11. "Maria Stacks"
12. "Poison Finger"
13. "You Will See This Dog Before You Die"
14. "Quadrospazzed" (Bonus track)
15. "Koka Kola Jungle" (Bonus track)
MySpace


Tokyo Police Club - "Elephant Shell" (22.04.2008, Saddle Creek)
Tracklist:
1. "Centennial"
2. "In a Cave"
3. "Graves"
4. "Juno"
5. "Tessellate"
6. "Sixties Remake"
7. "The Harrowing Adventures of..."
8. "Nursery Academy"
9. "Your English Is Good"
10. "Listen to the Math"
11. "The Baskervilles"
MySpace


Russian Circles - "Station" (06.05.2008, Sucide Squeeze)
Tracklist:
1. "Campaign"
2. "Harper Lewis"
3. "Station"
4. "Verses"
5. "Youngblood"
6. "Xavii"
MySpace


The Black Angels - "Directions to See a Ghost" (12.05.2008, Light In The Attic)
Tracklist:
1. "You on the Run"
2. "Doves"
3. "Science Killer"
4. "Mission District"
5. "18 Years"
6. "Deer-Ree-Shee"
7. "Never/Ever"
8. "Vikings"
9. "You in Color"
10. "The Return"
11. "Snake in the Grass"
MySpace


The Futureheads - "This Is Not the World" (26.05.2008, Nul)
Tracklist:
1. "The Beginning of the Twist"
2. "Walking Backwards"
3. "Think Tonight"
4. "Radio Heart"
5. "This Is Not the World"
6. "Sale of the Century"
7. "Hard to Bear"
8. "Work IS Never Done"
9. "Broke Up the Time"
10. "Everything's Changing Today"
11. "Sleet"
12. "See What You Want"
MySpace

April 4, 2008

ms. oaktree esfrega as mãos de contentamento, pensando na quantidade de dinheiro que vai poupar por não ir aos festivais de verão*

Desta vez é mesmo para rir a bandeiras despregadas:

SBSR 2008

PORTO

4 de Julho

Xutos e Pontapés com a Orquestra do Hot Club
ZZ Top
Love & Rockets
David Fonseca
Crowded House
Pete Tha Zouk

5 de Julho

Jamiroquai
Paolo Nutini
Morcheeba
Jorge Palma
Clã
Brand New Heavies

LISBOA

9 de Julho

Iron Maiden
Slayer
Avenged Sevenfold
Rose Tattoo
Lauren Harris (diz que é filha do baixista de Iron Maiden...)
Tara Perdida

10 de Julho

Beck
Mika
Duran Duran
Mesa com Rui Reininho
DJ Tiësto
Digitalism


E assim, parece que fica o cartaz fechado. Apropriando-me das palavras do inefável Comendador Berardo, gostaria apenas de deixar aqui um grande e carinhoso FUCK YOU! (no dialecto do próprio seria mais um "fáq'iúúú!") para o Sr. Montez e seus lacaios.

*Tecnicamente, o Primavera Sound é um festival de... Primavera!

April 2, 2008

videoarchiebronsonoutfit pt. 3


Archie Bronson Outfit - "Dart For My Sweetheart"

E assim termina esta pequena série de vídeos dedicada aos Archie Bronson Outfit, banda que, recentemente, foi-me recordada pelo Rui Carvalho.
Uma curiosidade: um dos postulados da minha Teoria de Todas as Coisas Musicais diz que é impossível não se gostar de uma banda com um álbum intitulado "Derdang Derdang".
Para mais um ear candy, queriam dirigir-se ao MySpace da banda.

something to write home about #15

Bears

Os Bears são uma das minhas grandes apostas para o futuro. A banda de Cleveland, que em álbum se resume ao duo Charlie McArthur/Craig Ramsey, mas em palco é acompanhada por mais quatro elementos, é discípula de uma certa indie pop com alguns acentos folky, ideal para ser escutada em dias tranquilos e solarengos.
Para além disso, a promoção e as edições discográficas têm sido, até agora, da responsabilidade da própria banda, e é verdadeiramente admirável o cuidado e atenção que eles têm dedicado a todo o artwork e material promocional (veja-se a imagem abaixo).
Por tudo isto, antevejo-lhes um futuro radioso, tal como as ambiências para as quais a sua música nos transporta.

MySpace
Site oficial