September 21, 2007

oaktree green&blackshoes (ou ora aqui está algo completamente fútil)

O sôtor fisiatra aconselhou-me a usar sapatos com um ligeiro salto porque, aparentemente, as sabrinas e os chinelos de dedo andam a dar cabo do meu Aquiles direito. Já que falo nisso, aproveito para anunciar aqui, em primeiríssima mão, que o meu próximo gato se vai chamar Aquiles Direito, em homenagem ao meu périplo. Era isso ou fazer uma promessa a Nossa Senhora de Fátima, e sendo eu agnóstica, pareceu-me mais coerente a primeira hipótese. Adiante...
Optei então por estas pequenas maravilhas retro-cool-kitsch feitas de borracha com uma espécie de camada exterior de veludo, chamemos-lhe 'borraludo' (ando feita um Mia Couto!), que cheiram a pastilha elástica e contribuem com uns generosos 2 centímetros para a minha altura.
E como um par de sapatos nunca vem só e o preço não era nenhuma exorbitância, aqui a freguesa aviou-se com uns pretos e outros verdes, o que também demonstra a minha crescente falta de paciência para andar à procura do que quer que seja.
Agora está na altura de os estrear... "Get on your dancing shoes, you sexy little swine!".

Nota: Para aqueles menos versados na arte do calçado, chamam-se tacões e não saltos altos. Mais uma vez, mantenho-me coerente e fiel aos meus princípios, o que é raro. Mas acontece. Ha!