September 28, 2007

mas o que é que esta gente pensa???...

... Que eu sou rica, não???

Passo a explicar. Andava eu entusiasmadíssima, nas minhas pesquisas bibliográficas para a monografia, quando me deparei com um artigo científico de revisão, cujo título correspondia exactamente ao tema da dita monografia. Daqueles extremamente propícios ao pelágio integral, portanto.
Para quem não está familiarizado com o mundo maravilhoso da literatura científica, destas elitezinhas da caca, estes artigos (ou papers, para os apreciadores de estrangeirismos) geralmente, e dependendo da revista (journal), da data de publicação, não são de livre acesso. Embora um movimento internacional se tenha vindo a desenvolver, que cada vez conta com mais adeptos no seio da comunidade científica e que pretende implementar o livre acesso universal à informação científica disponível online (vide link para a PLoS aqui do lado direito).
Mas não era o caso. E para complicar um pouco mais as coisas, a revista responsável pela sua publicação, uma tal de Expert Opinion on Biological Therapy, não se encontra disponível para consulta em nenhum ponto do país.
"Bom," pensei eu, "dar uns 10 ou 20 dólares por um trabalho praticamente feito até é um bom negócio!". Pensei eu... Mas pensei mal.
Não é que os senhores desta excelsa publicação me pediam 80 dólares americanos pela compra deste artigo?? Um único artigo!! Um mísero PDF!! É que por este preço não basta que o artigo seja redigido com o máximo rigor científico, que o raciocínio lógico seja irrepreensível e que o autor tenha sido Prémio Nobel da Medicina (que nem foi)... Por este preço é bom que esta merda venha com um lingote de ouro atrás!!!

Sou uma proto-investigadora muito chateada!... Ai sou, sou!

Nota: O cúmulo do ridículo: uma assinatura electrónica anual (12 números) desta revista, sem direito à edição impressa, custa a 'módica' quantia de 3340€ (!!).